Onda de Sequestros: "Olho por olho, dente por dente"


Membros da família Al-Mokdad, sequestraram mais de 20 pessoas em todo o Líbano, entre eles sírios e turcos. A família do Baalbek, afirmou que isso é uma resposta ao sequestro do libanês Hassan Al-Mokdad, em Alepo, Síria.
A onda de sequestros começou em Maio, quando 11 peregrinos libaneses vindos do Iran de ônibus, foram sequestrados na fronteira da Síria e Turquia. Os outros passageiros em sua maioria mulheres, foram libertados, e afirmaram à mídia libanesa que o responsável do sequestro era o “Exército Livre da Síria”.
Muitos protestos tomaram conta do país, os familiares dos sequestrados, fecharam as ruas e rodovias principais, o Líbano parou.
O primeiro ministro Najib Mikati e o presidente Michael Suleiman, participaram de diversos diálogos, com o governo Sírio, com o Exército Livre da Síria, e com países envolvidos, como a Turquia. Nada foi feito.
Após encontros diplomáticos as famílias se mantiveram em silêncio, pacientes e confiantes em uma solução política. Mas o que mudou tudo, foi a notícia dada pela Televisão LBC de que os peregrinos estariam mortos após ataques aéreos do governo sírio em uma área onde supostamente estavam os sequestrados.
A televisão do Hezbollah “Al-Manar”, negou o fato, e de fato, os peregrinos não estavam mortos, mas esse rumor, juntamente com o mais novo  sequestro de Hassan Al-Mokdad, o tornando o décimo segundo sequestrado, fez com que a revolta das famílias e da população reascende-se, literalmente, pois centenas de peneus foram queimados, em diversas partes do país.
Diferente das outras famílias, os “mokdad” não protestam, “eles fazem a justiça com as próprias mãos”. Alguns dos sírios sequestrados, confirmaram publicamente serem membros do Exército Livre da Síria.
 O consulado de vários países árabes, já pediram para seus cidadãos deixarem o Líbano, pois até agora a onda de sequestros continua.
“Olho por Olho, dente por dente”. Armados, encapuçados, e influentes na economia e sociedade, os Mokdad não foram parados, alias ninguém tentou para-los.

Chadia Kobeissi 15-08-2012


Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário