Os árabes na Bienal do Livro




São Paulo – A 22ª Bienal do Livro de São Paulo, que começou na quinta-feira (09), no Anhembi, promete dez dias de uma intensa programação literária com palestras, sessões de autógrafos e debates. O mundo árabe também participa desta festa da literatura e apresenta opções para o público.

O Centro Islâmico no Brasil, de São Paulo, vai utilizar a Bienal para atrair as crianças. O gibi Nabil está sendo lançado neste ano e será distribuído para as crianças que visitarem o estande da instituição. As seis escolas islâmicas que atuam no País (quatro em São Paulo, uma em Foz do Iguaçu e outra em Curitiba) também receberão exemplares. De acordo com o diretor da publicação, Nasser Khazraji, o objetivo da revista é mostrar ao público infantil quais são os valores do Islamismo. 

“Na última Bienal (realizada em 2010), recebemos cerca de 10 mil visitantes no estande, mas não tínhamos nada que atraísse as crianças. Agora, estamos lançando esta revista justamente para este público. As crianças não têm preconceito e têm uma facilidade maior de absorver o que se apresenta como novidade. Por meio delas, atraímos também os adultos", disse.

Para os mais velhos, o Centro lança o livro A filosofia transcendente de Mulla Sadra, sobre as teorias do filósofo que dá nome à publicação e que viveu em 1571 (ano 979 da Hégira, no calendário muçulmano). Entre suas teses estava a de que tudo na natureza, inclusive os corpos celestes, sofre uma mudança significativa por meio de suas próprias forças. “Mulla Sadra criou teorias filosóficas para questões que naquela época ainda estavam sem resposta”, diz Khazraji.

A Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (Fambras) vai usar a Bienal para difundir a cultura islâmica. Cada pessoa que visitar o estande da instituição pode pegar até três livros que contam a história do islamismo e seus valores. Professores podem pegar mais exemplares para distribuir aos alunos.

O estande da Fambras não tem apenas livros: alguns painéis distribuídos pelo espaço de 60 metros quadrados mostram ao público quais são os principais valores do Islã, quais são as obrigações dos muçulmanos e o significado de algumas palavras. Nele, há monitores de TV que exibem filmes de dois a três minutos que contam a história do islamismo.

O Centro de Divulgação do Islã para a América Latina (CDIAL) irá lançar o livroIslam – Segurança e paz. O autor, Hussein Ali El Saifi, explica nesta obra o que é ajihad, palavra que significa, entre outros termos, “guerra santa”. “Nosso objetivo é apresentar a cultura islâmica para que mais pessoas fiquem curiosas e busquem ler nossos livros”, afirmou o vice-presidente da CDIAL e autor do livro Islam - O caminho para a felicidade, Ziad Ahmad Saifi.

Além destes lançamentos, está previsto para as 20 horas da próxima terça-feira (14), um debate sobre a cultura árabe entre os professores da Universidade de São Paulo (USP) Mamede Mustafa Jarouche, que traduziu três volumes do Livro das Mil e Uma Noites do árabe para o português e, Michel Sleiman, presidente do Instituto da Cultura Árabe (Icarabe). O evento é gratuito e os ingressos serão distribuídos duas horas antes do começo do debate. A mediação será de Márcia Camargos.

O evento reserva outras surpresas no universo árabe. Uma delas é o lançamento de Luzes da África: pai e filho em busca da alma de um continente (ed. Record/Civilização Brasileira), em que o autor, Haroldo Castro, percorreu com o filho o continente africano para mostrar a cultura e os costumes de países como Etiópia, Sudão e Angola. O Sudão é uma nação árabe.

Entre aqueles que não são lançamentos, os leitores poderão se deliciar com as receitas de Aroma árabe – receitas e relatos, da editora Senac, ou aproveitar a promoção da Companhia das Letras para a edição especial de Noite das Mil e Uma Noites, escrito pelo romancista egípcio Naguib Mahfouz. Este exemplar foi relançado no primeiro semestre de 2012, na Coleção Prêmio Nobel, para comemorar os 25 anos da editora. De R$ 56,00 sai por R$ 24,90 na Bienal. Mahfouz, morto em 2006, ganhou o Prêmio Nobel de Literatura em 1988.


Marcos Carrieri(marcos.carrieri@anba.com.br)-ANBA

Informação

22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
De 09 a 18 de agosto das 10 às 22 horas. Em 19 de agosto, das 10 às 20 horas com entrada até as 18 horas.
Ingressos: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia)
Pavilhão de Exposições do Anhembi, Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana.
Informações em www.bienaldolivrosp.com.br

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário