Duas páginas libanesas no Facebook causam polêmica entre os brasileiros




Durante os protestos ocorridos após o funeral do chefe da inteligência libanesa, Wissam Al-Hassan, havia entre os libaneses uma moça, carregando a bandeira do Brasil. A foto foi parar no Facebook
e os comentários de alguns libaneses nas paginas “Tfeh” e “NekatFreeStyle” causaram muita polêmica entre brasileiros no Líbano e no Brasil.
Alguns libaneses usaram o deboche para criticar a presença da moça com a bandeira do Brasil, alegando que ela não sabia o que estava fazendo, que aquilo era um protesto de libaneses contra o governo e não uma torcida pela Copa do Mundo entre outros comentários sarcásticos e sem fundamento.
Obviamente, a repercussão de tais comentários na comunidade brasileira no Líbano, e também no Brasil, não foi nada positiva. O revide, feito em inglês, árabe e até mesmo em português demonstrou claramente o quanto aquilo era ofensivo. Os brasileiros não gostaram da associação da bandeira brasileira à Copa do Mundo, carnaval e samba, como se fosse somente isso que o Brasil tivesse a oferecer. 
O deboche em relação à postura da moça também foi repudiado com indignação pelo fato de ter sido ignorada a possibilidade dela também ser libanesa, com descendência brasileira, ou vice versa.  Os brasileiros demonstraram que aquele tipo de comportamento era totalmente inaceitável, visto que as relações entre Brasil e Líbano são muito maiores, mais fortes e muito mais antigas.
Alguns relembraram toda a ajuda humanitária empreendida por libaneses e brasileiros na última guerra de 2006, onde foi enviado do Brasil para o Líbano um navio com mantimentos. Outros citaram a presente atuação pacifica e voluntária da Marinha Brasileira em Missão de Paz em parceria com a ONU no sul do Líbano, bem como a excelente e estreita, relação comercial, social e afetiva que existe entre as duas nações.
Certamente o ocorrido não expressa os pensamentos e sentimentos de todos os libaneses em relação ao Brasil e aos brasileiros e a comunidade brasileira reconhece isso. Acredita-se inclusive que essa reação possa ter partido de pessoas que quiseram usar o ocorrido para avolumar e justificar o posicionamento pessoal dos donos das referidas páginas contra os protestantes em geral.

Comentários da página "tfeh"


Respostas dos brasileiros


Gazeta de Beirute
Claudinha Rahme

Edição-Claudio Cavalcante Junior 
03/11/2012


Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário