Número de Sírios refugiados no Líbano ultrapassou os 100 mil


Número de Sírios refugiados no Líbano ultrapassou os 100 mil

article.wn.com

O número de refugiados sírios registrados no Líbano já ultrapassou 100 mil, anunciou o Alto Comissariado das Nações Unidas para os refugiados (ACNUR) na última terça-feira (30).
O número de refugiados registrados no Líbano atingiu 101.238, de acordo com o porta-voz do ACNUR, Melissa Fleming. O número inclui 29 mil pessoas que ainda aguardam para se registrarem.
O Líbano se tornou o terceiro país a ultrapassar a marca de 100 mil refugiados registrados, juntando-se a Turquia, com 101.834, e a Jordânia com 105.737. No Iraque, 42.661 se inscreveram, e no norte da África o número chegou a 6.815 refugiados, a maioria no Egito.
Em toda a região, o ACNUR estima que o número de refugiados sírios atinja a cifra de 358.000, mas reconhece que muitas pessoas que fugiram para países vizinhos permanecem sem registro.
"Os governos em estados que fazem fronteira com a Síria estimam que há dezenas de milhares de sírios, mas que ainda não estão registrados", disse Fleming em entrevista coletiva em Genebra.
De acordo com Dana Sleiman, a supervisora de informação pública no ACNUR em Beirute, o número total de refugiados sírios no Líbano, incluindo aqueles que não entraram no sistema da ONU, é "difícil de estimar".
"O número de pessoas que procuram se registrar esta aumentando, o que significa que as necessidades são crescentes. Precisamos expandir nossos programas e garantir que as necessidades de cada refugiado estão sendo atendidas", disse Sleiman.
Mais de 50% dos sírios registrados no Líbano vivem no norte e uma grande parte no Vale do Beqaa. A grande maioriados refugiados no Líbano vêm de Homs.
Na Europa, o número de pedidos de asilo só aumenta, principalmente na Suiça, onde os Sírios se tornaram a terceira nacionalidade a pedir asilo, ficando apenas atrás da Somália e do Afegasnitão. Na Austrália também houve muitos pedidos e o governo já declarou que vai abrir as portas para pelo menos 1.000 refugiados.
Segundo o Comitê Nacional para Refugiados (CONARE), o Brasil recebeu quase 60 pedidos de asilo. A comunidade síria em São Paulo se organiza para receber seus compatriotas que tiveram que abandonar o país pela mais dura guerra civil da historia síria.
Numa entrevista a BBC Brasil, Amer Masarani, responsável pela página no Facebook da Coordenação da Revolução Síria no Brasil disse: "Ajudamos com moradia, remédios ou mesmo orientação”, ele também explicou que o governo ajuda a trazê-los com o status de refugiado.
Associações beneficentes no Brasil e no mundo estão arrecadando doações para ajudar os sirios, mas a situação vem tomando proporções alarmantes e estima-se que o número de refugiados sírios até o final do ano chegue a cifra de 700 mil.

Gazeta de Beirute-Chadia Kobeissi
Edição-Claudio Cavalcante Junior
05-11-2012

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário