O GB conversou com alguns brasileiros


O GB conversou com alguns brasileiros no Líbano sobre vantagens e desvantagens de estar no Líbano. Conheça algumas das 10 vantagens e 10 desvantagens citadas por eles.

Conheça as 10 vantagens:

- Todo dia você pode ir até a praia ver o mar, o país todo é cercado por praias.  

- Tomar um nescafé quentinho, acompanhado de um arguile bem feito, e encontrar um café expresso em qualquer canto da cidade.


- Você pode ir nas montanhas e na neve que não são longes de Beirute.

- Poder tomar um suco de Roma, uma das melhores Romãs do mundo, tamâras ou 
comer sua comida com um verdadeiro azeite.


-Você pode sentar no terraço do seu prédio, ou na porta de sua casa e conversar com o vizinho, ou ir na casa dele, quando quiser conversar.

- Você pode ir para diversos lugares sagrados e históricos e ao mesmo
tempo ir para lugares modernos.

- Você pode descer no Subúrbio de Beirute e encontrar as lojas que vendem
ouro todas abertas, sem segurança na porta, comprar ouro e simplesmente sair, sem receio ou medo. Também você pode tirar dinheiro da ATM sem ficar apreensivo.


- Você pode ter uma base de inglês, e ingressar em uma faculdade de língua inglesa.

- Você pode ligar para o Brasil em uma central por 50 centavos o minuto.

- Você pode viajar para países próximos na Ásia, África e Europa.

Agora conheça as 10 desvantagens:

- Trânsito e poluição de Beirute, visual e sonora.


- Não saber quando pode estourar uma guerra.

- Estar longe do Brasil, de amigos e familiares.

- Não há fast food gostosos como os do Brasil, pão de queijo, pastel, pizza, e outras gostosuras como pamonha, agua de coco, etc....

- Falta de eletricidade e água.

- Ter que ligar o aquecedor para água do chuveiro esquentar. As vezes você quer tomar um banho, mas esqueceu de ligar o aquecedor então tem que esperar.

- Pelo nome se sua família, já classificam sua religião e seu pensamento politico.
Mesmo que você tenha outra visão ou crença, mas você fica de certa forma rotulado.

- Falta de sossego, não da para você ficar isolado, ou sem ser questionado. O libanês
quer entender, o porque de você estar ai, o porque de você ter vindo, o que você está pensando, quanto você gasta e quanto você ganha, e nós não podemos achar isso ruin, aqui e normal.

- Possibilidade de consumir produtos falsos, ou que não foram passados pelo Ministério da Saúde.

- Ser estrangeiro paga mais, ou seja, se o taxista ver que você é de fora, ele vai cobrar mais, pois tem o jeitinho malandrinho do libanês, e aproveita da situação.



Com as vantagens e desvantagens, aproveitamos para levantar uma análise curiosa:

Você sabia que 16 milhões de libaneses-brasileiros podem chegar ao Líbano a qualquer momento?

Como muitos de vocês sabem, a comunidade brasileira no Líbano é de 10.000 brasileiros registrados, porém há muitos que estão no Líbano mas não estão registrados no Consulado. E no Brasil a comunidade libanesa está a cerca de oito milhões. 

Os laços que existem entre esse países não é de 2 anos ou 30. A história suspeita que possivelmente a imigração libanesa teve início em 1880, pois existe indicações que houve presença fenícia no Brasil com os índios e influência na língua e alfabeto de algumas tribos.


Vamos supor que dos 8 milhões de libaneses-brasileiros que existem no Brasil, 4 milhões são homens e 4 milhões mulheres(no Líbano apenas o homem pode oferecer a cidadania a seus filhos), e supondo então que os 4 milhões de homens casarão e terão dois filhos, isso já significa que serão 8 milhões de descendentes de libaneses a mais, ou seja o dobro, uma população futura de 16 milhões. 

A comunidade árabe no Brasil, tem se esforçado para manter a língua árabe e passar  isso a seus filhos, muitas escolas de língua árabe foram construídas que também incentivam a passar a cultura árabe, mas na verdade os filhos de árabes em sua maioria de 18 a 30 anos não falam o árabe, e muitos que falam não escrevem.

A pergunta que não quer calar:

 E se o Líbano melhorar, quantos desses libaneses voltariam ao Líbano?

Não podemos saber a quantidade de quantos libaneses-brasileiros voltariam ao Líbano, mas uma coisa é certa, com esse grande número, o Líbano seria influenciado fortemente pela cultura brasileira, e ate mesmo o presidente do Líbano poderia ser um libanês-brasileiro que fala também o português, assim como no Brasil, diversos políticos são descendentes de libaneses.
Fiquemos atentos ao futuro.

Shadi Kobeissi
Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
09-12-2012

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

1 comments:

  1. Será que o Líbano teria espaço para 16 milhóes de Líbaneses-Brasileiros??

    ResponderExcluir