George Abdallah- 28 anos atrás das grades


Dezenas de pessoas protestaram nesta sexta-feira(28), pela libertação imediata de George Abdallah, um militante libanês e ex-membro da facção libanesa revolucionária armada, composta por cristãos esquerdistas, acusado de estar envolvido no assassinato de um tenente norte-americano e um diplomata israelense.

Os manisfestantes protestaram perto da Embaixada dos Estados Unidos no Líbano, e seguravam diversos cartazes, em um deles estava escrito: "Nós não temos o hábito de se desculpar com o 

Grande Satã", referindo-se ao governo americano.
Geroge Abdallah foi preso na França em 1984, 28 anos atrás, onde foi condenado a prisão perpétua em 1987, por ter participação no assassinato do Tenente Charles R. Ray que era um militante americano, e o diplomata israelense Yacov Barsimentov em Paris, bem como o envolvimento na tentativa de assassinato do cônsul americano em Estrasburgo, Robert O. Homme. 

Muitos manifestantes insistem que isso é uma violação grave dos franceses e da Convenção Europeia de Direitos Humanos, que afirma que os prisioneiros devem ser liberados depois de cumprir o máximo de 18 anos.

Abdallah completou a parcela miníma de sua sentença em 1999, mas as autoridades francesas recusaram a liberá-lo. Houve muitas manifestações a favor de sua liberação, inclusive ele é apoiado pela organização francesa Secours Rouge, que vem exigindo sua libertação e organiza manisfestações a seu favor e o apoia.

Apesar dele ter conseguido a liberdade condicional por um tribunal francês, ele permaneceu atrás das grades, depois de um apelo do Ministério Público do país.

Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
29-12-2012

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário