Libaneses Passaram Ano Novo em Casa


                                                     Foto: Mahmoud Kheir 

O ano de 2013 começou com muitos libaneses celebrando em festas pequenas, muitos em casa, para economizar e também evitar os incômodos causados na véspera de Ano Novo.
 Muitos restaurantes estiveram lotados, mas depois que o preço pelo jantar de Ano Novo foi reduzido no intuito de atrair mais clientes. 

Os proprietários de restaurantes que não reduziram seus valores de ultima hora tiveram que lidar com muitos cancelamentos de reservas, e passaram a ultima noite do ano, com os estabelecimentos mais vazios do que no ano anterior. 

Em alguns restaurantes, os clientes que fizeram reserva nem compareceram, passando durante a semana para resgatar o sinal pela reserva que fizeram. 

As grandes noites nos tradicionais restaurantes estavam muito caras neste ultimo ano, cerca de US$ 200 a US$ 400 por pessoa, o que fez muitos optarem por uma noite mais modesta, em festas privadas, ou em bares de Asharafieh e Hamra,  pagando apenas o que consumiram. 

Alguns vagaram a noite toda, de bar em bar, vendo como estava o movimento em cada diferente lugar, enquanto outros sem muitas opções, por não terem maioridade para frequentar a noite de Beirute, também optaram em ficar em casa com a família e os amigos. 

Ao invés de gastarem tanto por tão pouco oferecido nos tradicionais restaurantes, durante a noite de Ano Novo, muitos libaneses, decidiram investir esse valor em bebidas e comidas para celebrar com mais segurança e tranquilidade dentro de casa na companhia de amigos, namorados e familiares.

Alguns trocaram o agito lotado de Hamra, o caos do transito de Beirute, e optaram por algo mais privado subindo para Faraya junto com os amigos para passar a noite num chalé alugado por US$2.000 por noite, o que dividido para um certo numero de pessoas, nem fica tão caro.
Talvez as estatísticas de tantos acidentes de trânsito em 2012, bem como a crise financeira e política que assola o país, tenham deixado os libaneses com medo de se arriscaram nas estradas sempre cheias de motoristas bêbados e imprudentes, dando-lhes novas ideias para celebrar com estilo, economia e segurança. 

GazetadeBeirute

CLAUDINHA RAHME

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário