PATRIARCA HAZIM MORRE AOS 92 ANOS

 Foto: Daily Star-
Faleceu na manhã da última quarta-feira (5), no hospital São Jorge em Ashrafieh, após sofrer um AVC o Patriarca Ortodoxo Grego Inácio IV Hazim, aos 92 anos. Após a notícia de sua morte, as igrejas em Koura, na região norte, começaram a tocar incessantemente seus sinos. Hazim era filho de uma família árabe ortodoxa, nascido na Síria, em 1920, na aldeia de Mhardeh perto de Hama. Quando ele terminou a escola em Hama, mudou-se para Beirute, onde estudou literatura e começou a servir a Igreja Ortodoxa no Líbano. Ele fundou a Universidade de Balamand no Líbano, onde serviu por muitos anos como reitor. Em 1971 foi nomeado metropolitano ortodoxo da cidade síria de Latakia, e nomeado Patriarca Ortodoxo grego do Levante e Antioquia em 1979, onde atuou por 33 anos. 
Líderes políticos, religiosos, e outras autoridades libanesas, visitaram a igreja de St. Nicolas em Beirute para prestar homenagens e oferecer condolências, lamentando a morte e grande perda do Patriarca, que era descrito como um homem de diálogo, moderação e reconciliação, que defendia a coexistência entre muçulmanos e cristãos. “A morte de Hazim foi uma perda não só para a sua seita, mas também para o Líbano e os árabes dada a sua sabedoria, coragem e repetidos apelos para o diálogo", disse o Presidente Michel Sleiman, que ainda escreveu no livro de condolências de ouro: "Uma página gloriosa da vida de um homem de diálogo, fé e conhecimento se transformou". 
O primeiro-ministro Najib Mikati, que está atualmente na Itália, elogiou o papel de Hazim em defender as causas árabes, especialmente a causa dos palestinos e seu direito a um Estado independente com Jerusalém como sua capital, e disse que sua luta por essa questão, o fez merecer o título de "o patriarca dos árabes", além de complementar que ele é um exemplo a ser seguido no trabalho espiritual, social e humanitário, e decretou o dia do seu funeral, como luto nacional. O Patriarca Maronita Beshara Rai ofereceu condolências sobre a morte Hazim, dizendo que o patriarca conduziu sua igreja com "muito entusiasmo, dedicação e sabedoria". O Grande Mufti Sheikh Mohammad Rashid Qabbani expressou profundo pesar sobre a morte Hazim, dizendo que o patriarca falecido foi "um dos grandes símbolos religiosos e árabes no Líbano e em todo o mundo". O vice-chefe do Conselho Superior Xiita, Sheikh Abdel-Amir Qabalan, e o líder espiritual druso Sheikh Naim Hasan também ofereceram condolências pela morte do Hazim.
O velório de Hazim foi realizado na Igreja de St. Nicolas em Ashrafieh, e em seguida ele foi transportado para a Catedral Mariamite em Damasco, onde se realizou seu funeral, no cemitério do Patriarcado Ortodoxo Grego.
O Metropolitano Saba Esper foi eleito na sexta-feira (7), como sucessor temporário do Pariarca Hazim. A nomeação ocorreu durante uma reunião no mosteiro Balamand em Koura, Norte do Líbano. Esper serve atualmente como metropolitano de três províncias do sul da Síria: Hawran, Jabal al Arab e Golã.  


GazetadeBeirute
CLAUDINHA RAHME
10-12-2012

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário