QUEM É QUEM


                                              
                                O especial política– Quem é quem?

Para todos aqueles que acham que a política do Líbano é um tanto complicada, o Gazeta de Beirute vai tentar esclarecer e mostrar a base desse quebra-cabeça mostrando quem é quem. De uma forma simples você poderá ter uma visão do cenário da política atual e entender seus personagens.

Para entender qualquer acontecimento no Líbano é necessário conhecer as alianças, os partidos e os atores políticos.

Conheça esta semana um pouco mais sobre a Aliança 8 de março e na próxima edição não perca um esclarecimento sobre a Aliança 14 de março.

A Aliança 8 de março

É a coalizão do governo desde junho de 2011, quando a aliança conseguiu nomear Najib Mikati como novo primeiro-ministro.

O nome da aliança 8 de Março não é a homenagem ao dia Internacional das mulheres,mas é a marca da data em 2005, quando diferentes partidos chamaram toda a população para uma manifestação em massa no centro de Beirute, em resposta à Revolução dos Cedros(manifestações anti-Síria após a morte de Rafiq Hariri). 

A aliança 8 de março ganhou força quando o Movimento Patriótico Livre, que pertencia a aliança 14 de março se aliou ao 8 de março em fevereiro de 2006 ao assinar um Memorando de entendimento com o Hezbollah.

O Movimnento Patriótico Livre liderado pelo cristão maronita Michel Aoun considerou seu trabalho contra o regime sírio terminado quando o exército Sírio deixou o Líbano no final de abril em 2005 e dessa forma se aliouao 8 de março.

Outro grande acontecimento positivo para o 8 de março foi a aliança com mais um partido: O Partido Socialista Progressivo deixou 14 de março em 2011, após o líder druso Walid Jumblatt ter visitado Damasco, Síria. 

Opartido de Jumblat aliado agora ao 8 de março tornou-os mais fortes e conseguiuser a maioria no parlamento, o que lhês permitiu nomear o atual Primeiro Ministro Nagib Mikati e formar o governo no Líbano em 2011.

Conheça os partidos da aliança 8 de março:

Movimento Patriótico Livre (at-Tayyaral-Watani al-Hurr)
Assentos no parlamento: 19 – Secular, porém predominante cristão.

Movimento Amal (HarakatAmal)
Assentos no parlamento: 13 – Secular, porém predominante muçulmano xiita.

Partido de Deus(Hezbollah)
Assentos no parlamento: 12 – Muçulmano xiita.

Partido Progressivo Socialista (Hizbat-Taqaddumial-Ishtiraki)
Assentos no Parlamento: 7 – Secular, porém predominante druso

PartidoLibanês Democrático (Hizbad-Dimuqrati al-Lubnani)
Assentos no Parlamento: 4 – Secular, mas com grande presença drusa

Movimento El Marada (Tayyar al-Marada)
Assentos no Parlamento: 3 – Cristão, predominante maronita

Movimento Glória (HarakatMajd)
Assentos no Parlamento: 2-Muçulmano Sunita

Federação Revolucionária Armênia (Tashnag)
Assentos no Parlamento: 2 – Secularcomposta por armênios

Partido Social Nacionalista Sírio(al-Hizb as-Suri al-Qawmi al-Ijtima'i)
Assentos no Parlamento: 2 – Secular apoiado por diversas comunidades

Partido Árabe SocialistaBa’ath(Hizb al-Ba'th al-Arabi al-Ishtiraki)
Assentos no Parlamento: 2 – Secular

Partido Solidariedade (Hizb-Tadamoun)
Assentos no Parlamento: 1 – Cristão Maronita

Skaff Bloc (Kutlat Skaff)
Assentos no Parlamento: 0 – Secular, predominante Católico Grego

Organização popular nasserista (at-Tanzim ash-Sha’bi al-Nasiri)
Assentos no Parlamento: 0 – Predominante muçulmano sunita

Partido Democrático Árabe(al-Hizb ad-Dimuqrati al-Arabi)
Assentos no Parlamento: 0 – Alauíta


Gazeta de Beirute
Chadia Kobeissi
Edição: Claudio Cavalcante Junior
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário