Acupuntura


                   Técnica por Moxabustão

É uma técnica terapêutica da Medicina Tradicional Chinesa, que se baseia, nos mesmos princípios e conhecimento dos meridianos de energia trabalhados na acupuntura.  A moxabustão trata e previne doenças através de aplicação de calor em pontos do corpo humano, removendo e desobstruindo os bloqueios de energia e restabelecendo o seu fluxo saudável.

A moxa é preparada a partir da Artemísia (Artemísia Vulgaris e Artemísia Sinensis), uma erva perene comum. Suas folhas aromáticas são lavadas, secas, trituradas e peneiradas várias vezes até que fiquem macias e se transformem em uma massa uniforme, semelhante a uma lã vegetal. 

Após esse preparo ela pode ser moldada de diversas formas para a sua utilização: solta (lã), prensada (palito), enrolada (bastão),  adesiva (cones),  enrolada fina (cigarro)  resinada (auricular), sem fumaça (com carvão) aromatizada (com carvão). As mais comuns são no formato de bastão e em cone.

SUA ORIGEM E HISTORIA:

A  Moxabustão significa literalmente, “longo tempo de aplicação do fogo” e é uma prática originária do norte da China, cerca de 3.500  anos AC. e introduzida no Japão por volta do ano 265 DC., levada  por monges japoneses, que estudaram na China -  e segundo historiadores - teriam sido eles os responsáveis pela introdução da Terapia Tradicional Chinesa no Japão.

 Embora tenha sido usada há milênios, foi registrada pela primeira vez em textos médicos durante a dinastia Song ou Sung, que governou os chineses de 960 a 1275 DC. É uma terapia importante na Medicina Tradicional Chinesa: os textos antigos dizem que a moxa deve ser usada se a acupuntura e as ervas não funcionassem na cura da doença.

COMO FUNCIONA:

A combustão da Artemísia tem a propriedade de aquecer profundamente, tornando-a eficaz quando há menos circulação, condições frias e úmidas, além da deficiência do yang. A Artemísia tem o poder de extrair a energia Yang do Yin.  Quando aplicada aos pontos de acupuntura específicos à deficiência de yang, o corpo absorve o calor o máximo possível, recuperando o Qi (energia) do yang do corpo e o "fogo ministerial", a fonte de todo o calor e energia do corpo. 

Para isso, basta acender a ponta do bastão ou cone de Moxa e mantê-lo cerca de um centímetro ¬¬da superfície da pele, porém a distância varia de acordo com a tolerância do paciente e da quantidade de estímulo térmico que se deseja. 

Normalmente o bastão (ou o cone) é queimado alguns segundos em cada ponto de Acupuntura até a pele ficar avermelhada e o local aquecido. O calor do bastão de moxa também pode ser conduzido através da agulha de acupuntura, por aproximação da pele. Esse processo é tido como moxa indireta: implica em enrolá-la, colocá-la na ponta de uma agulha de acupuntura enquanto ela está no corpo, e acendê-la. 

O calor da moxa percorre o cabinho e a agulha e esta transfere o calor especificamente ao ponto desejado no corpo. A moxabustão pode ser utilizada sozinha ou associada às práticas de acupuntura tradicional e ventosa terapia.



MOXABUSTÃO INDIRETA

Com Gengibre:

Corte um pedaço de gengibre de cerca de 3 a 5 mm e fure-o em cinco pontos, como o cinco de um dado. Coloque o cone de moxa sobre a rodela de gengibre e, em seguida, sobre o ponto que se quer tratar. Acenda o cone usando um fósforo. Quando o paciente começar a sentir ardência, retire a rodela de cima da pele e mantenha suspensa (presa pela mão) sobre o mesmo ponto até que a sensação de aquecimento suavize. 

Recoloque então o gengibre sobre o ponto. Repita o processo até que o ponto fique bastante vermelho, quente e úmido. Usamos de 5 a 7 cones em cada tratamento, que pode ser repetido em dias alternados. Este método é mais indicado para vômitos, diarreias, artrites e também pode ser usado para quaisquer outras doenças que respondam bem ao método de moxabustão.

Com Alho:

O procedimento é o mesmo que o método com o gengibre, só que em vez dele, usamos o Alho. É contraindicado em pacientes com febre. É usado principalmente nos casos de Tuberculose Pulmonar e Linfática e no primeiro estágio dos abscessos.

Com Sal:

Encha o umbigo com sal até o nível da pele. Coloque o cone de moxa sobre o sal e acenda-o. Usado em casos de emergência, coma, vômitos, apoplexia do tipo flácido, diarreias, fraqueza, energia baixa etc. Com uma palheta ou colherinha controle o aquecimento do ponto para não queimar o paciente.

Com cebolas:

Dispor sobre o abdômen ao redor do umbigo, fatias de cebola branca e por cima, colocar cones grandes. Queimas simultânea ou sucessivamente. Usado para casos de colapso, flatulência, dores abdominais do tipo frio, anúria, retenção urinária. 



INDICAÇOES:

A moxabustão é tida como Yang puro, por isso serve para fortificar o Yang enfraquecido do paciente.

Regula o Qi e o sangue.

Auxilia na anemia, stress, cansaço físico e mental.

Abrem os doze canais (meridianos) principais de energia.

Fortifica na convalescência, nas fraquezas (fadiga) crônicas, por obstrução do Frio e Umidade;

Expele o frio e a umidade, colaborando nas afecções pelo Frio, as desordens do Yin.

Minimiza os desconfortos da velhice e propicia uma longevidade saudável.

Dispersa a energia perversa.

Aumenta a energia defensiva.

Realinha desordens ginecológicas e distúrbios sexuais.

É eficaz no combate das doenças respiratórias como asma e bronquite, além de alergias.

Também nos distúrbios digestivos como dores abdominais, indigestão, diarreia, náuseas, vômito.

Cauteriza verrugas.

Auxilia no alívio das doenças osteoarticulares, artrite, problemas da coluna.

Aplicada em situações onde não é possível a utilização de agulhas.

CONTRA INDICAÇOES:

Em tratamento de doenças com quadro febril.

Lesões traumáticas na pele.

Em casos de problemas psíquicos.

Em áreas próximas aos genitais, mamilos, couro cabeludo e rosto.

Em crianças, sua aplicação deve ser avaliada com cuidado pelo profissional.

Idosos muito combalidos.


Parte-->clique 1

LEA MANSOUR
Fonte: Mao-Liang, Qiu (Org). Acupuntura chinesa e moxabustão. SP, roca, 2001
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário