Casa de Malouf está sendo demolida


Foto- Raja Noujaim-
O edifício Medawar de três andares em Badaro (Beirute) está sendo demolido. Os tratores começaram a funcionar na quinta-feira (3) depois que o ministro da cultura Gaby Layyoun aprovou o pedido do Grupo Kettaneh para substituir o edifício de 80 anos por um arranha-céu de 22 andares.
No início de 1960, Amin Maalouf, escritor e membro da Academia Francesa, mudou-se para o segundo andar do prédio em Badaro com sua família. Famoso o edifício passou a ser conhecido na região como a “Casa de Malouf”.
Quatro meses atrás o ministro da cultura tinha negado o pedido afirmando que o prédio tem grande valor arquitetônico para a região.
Em 22 de junho do ano passado, Layyoun respondeu ao Grupo Kettaneh: 
"O Ministério da Cultura não aprova a destruição do edifício no lote 3696 na área de Mazraa Badaro.O edifício continua a representar um padrão único de arquitetura na área. "
Mas em outubro, o ministro da cultura mudou sua resposta aceitando a ideia.
"O Ministério da Cultura aprova a destruição do edifício no lote 3696 em Mazraa,pois o edifício pertence ao período de transição do mandato francês e sua arquitetura não tem nenhuma técnica exclusiva tradicional."
Após a decisão de demolir o prédio, vários ativistas querem mover uma ação para investigar o caso e não aceitaram as respostas contraditórias do ministro para demolir uma herança arquitetônica nacional.
A última pessoa a deixar o edifício foi a Mãe de Maalouf em 2011, após os 1.600 metros quadrados terem sido comprados pelo Grupo Kettaneh.
Uma Conferência de imprensa  com o ministro da Cultura Gabi Layyoun, acontecerá nesta segunda-feira(7), para conservar o património arquitectónico do Líbano.
Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
04-01-2013

Edição: Claudio Cavalcante Junior

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário