Navio Com Vacas Doentes Continua No Porto


Foto: Daily Star-
O Zaher V, o navio com cerca de 80 vacas doentes, que pertence a empresa de transporte libanês, que foi contratada para transportar 5.500 gados do Uruguai para a Turquia, ainda está atracado no porto de Beirute, há várias semanas. 


O navio quando chegou à Turquia, perdeu 350 vacas, que foram afastadas das demais, por estarem doentes, e metade delas morreram a caminho de Beirute. 

As vacas foram impedidas de entrar no Líbano pelo Ministério da Agricultura, após veterinários examinarem os animais e descobrirem que elas estavam com várias infecções e outras doenças de pele, de nome desconhecido.

O parlamentar Assem Araji, pediu ao Ministro da Agricultura, Hussein Hajj Hasan, que o navio deixasse o porto de Beirute imediatamente, o que não ocorreu, fazendo com que o Ministro se tornasse alvo de diversas críticas e acusações, inclusive de estar dando cobertura para os proprietários dos animais, com quem ele tem conexões em Baalbek.  

O despejo de animais mortos no mar, é permitida sob a lei internacional, mas não deve ser feita dentro de 12 milhas da terra. 

Vacas mortas, de origem desconhecida, já foram vistas flutuando na costa de Batroun nos últimos dois verões, e nós acreditamos que isso tenha sido feito por operadoras de gado.

"O Ministro diz que não é responsabilidade dele o que acontece com o navio, e todo mundo só empurra a responsabilidade para outro ministério. 

Minha preocupação, é que o ministro, sob a pressão do proprietário dos navios e das vacas acabe permitindo a entrada dos animais no país, o que poderá causar um problema grave de intoxicação alimentar", disse Araji. 

O diretor-executivo da Animals Lebanon, Jason Mier, disse que sua preocupação é com o fato dos animais doentes não estarem aptos a receber o tratamento que necessitam, e que se eles não puderem receber o tratamento, eles deverão ser sacrificados. 

Mier disse ainda, que as autoridades turcas são responsáveis por isso, e que eles não poderiam "escolher” os animais que queriam, se livrando então dos animais doentes, a caminho do Líbano. 

Mier não entende também porque o navio continua no porto, e não sabe como os animais estão sendo tratados lá dentro, mas afirmou que deseja acompanhar o caso com os assessores do Ministério da Agricultura, e que eles estão discutindo a possível criação de uma lei do bem-estar animal, que se for aprovada, permitirá ao governo maiores oportunidades para prender malfeitores, como as autoridades turcas. 



CLAUDINHA RAHME
Gazeta de Beirute





Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário