Cardeal na Grã-Bretanha Acusado de Assédio Sexual

Foto: ne10.uol 

O homem mais importante na hierarquia da Igreja Católica na Grã-Bretanha, o cardeal Keith O’brien, apresentou seu pedido de renúncia nesta segunda-feira (25) depois de ter seu nome envolvido no centro de um escândalo ocorrido há três décadas. O’brien, de 74 anos, deixa o cargo de chefe da Santa Sé na Escócia e não deve viajar ao Vaticano para participar do conclave que escolherá o novo papa.

O clérigo, que previa se aposentar no final do mês que vem, quando completa 75 anos, é acusado por três padres e um ex-sacerdote, de ter se comportado de maneira inapropriada, nos anos 80. As quatro testemunhas alegam terem sido vítimas de assédio sexual. A denúncia foi trazida à tona neste fim de semana pelo jornal inglês “The Observer”.

Em entrevista ao diário, o ex-sacerdote relatou que O’brien se aproveitava das orações noturnas para manter contatos inapropriados. Ele contou que o episódio ocorreu quando ainda era seminarista e acrescentou que decidiu abandonar o sacerdócio e se casar quando o clérigo se tornou bispo.

Eu sabia que ele teria poder sobre mim. Para a Igreja, eu larguei a batina para me casar. Mas não foi por isso que eu saí, eu o fiz, para preservar a minha integridade”.

O'brien negou todas as acusações. O objetivo da denúncia, segundo as testemunhas, seria impedir O'brien de participar do conclave papal. Segundo analistas, as revelações aumentam a pressão sobre a Igreja Católica, que já vinha enfrentando acusações de corrupção, má administração e pedofilia.

THERESE MOURAD
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário