“Conflitos internos beneficiam Israel”, diz Franjieh.


O membro do parlamento Suleiman Franjieh disse no sábado(9) que os países ocidentais querem que o partido xiita Hezbollah “aponte suas armas internamente, dentro do país ao invés de ameaçar Israel.

De acordo com o MP, o Ocidente não quer o fim das armas do Hezbollah, mas querem conflitos internos, e que essas armas sejam usadas aqui.

 "Essa é a razão por trás de todo o exagero na campanha publicitaria contra o Hezbollah e do trabalho para a criação do conflito sunita-xiita. Este conflito só beneficia Israel ". disse Frangieh.

No dia seguinte Michel Aoun, também  da aliança 8 de Março, afirmou que “o Líbano está rodeado de perigo,mas a segurança do país tem sido mantida com nossa forte aliança com o Hezbollah”.

“Diversas provocações já foram feitas para que conflitos internos se iniciassem, mas foi mantendo o bom senso, que esses conflitos não estouraram”. Acrescentou.

Segundo ao especialista libanês sobre Mídia e suas Leis, Alan C.H, várias emissoras de televisão libanesas não dão espaço para pequenas disputas singulares que podem gerar grandes conflitos, muitas vezes até minimizam a notícia, mas há outras emissoras que não apenas  mostram, mas também exageram. 

Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário