Doméstica se mata com faca após atacar patroa


Foto: echitwan.com.np

Sina Bell, uma doméstica nepalesa de 28 anos, faleceu esta na última terça-feira (29), no Hospital Saint George em Ajaltoun, no distrito de Kesserwan, após ter enfiado uma faca no próprio estômago. Segundo relatou sua patroa Mona Al Shamali de 73 anos, a doméstica, teve uma crise de raiva e esfaqueou-a também, antes de esfaquear a si mesma. 

A polícia encontrou as digitais da doméstica na faca e a patroa recebeu atendimento médico para tratar da facada que levou no braço. 
Existem no Líbano, aproximadamente 200 mil trabalhadores domésticos estrangeiros, principalmente da Etiópia, Sri Lanka, Filipinas, e Nepal. 

O KEFALA, patrocínio responsável pelo agenciamento entre domesticas e as residências libanesas, vem sendo muito criticado pelos grupos de Direitos Humanos, que alegam milhares de irregularidades nas contratações e que o sistema continua promovendo praticas abusivas, e que a inércia da policia em investigar os casos de domésticas mortas, concluindo os relatórios como suicídio tem sido muito frequente. 

A polícia contesta, alegando que seu trabalho de investigação vem sendo feito corretamente, mas os resultados do relatório da Human Rights Watch mostra que, pelo menos uma doméstica morre por semana, de causas não naturais, quedas de edifícios altos, ou por suicídio, no Líbano.


O vídeo da doméstica etíope Dechasa Desisa, que foi espancada pelo seu patrão do lado de fora do seu consulado no ano passado, tornou-se público e chocou a opinião pública, sua morte por enforcamento no hospital psiquiátrico onde ela foi internada, chamou a atenção dos Direitos Humanos, na questão sobre os trabalhadores domésticos no Líbano. 

Os governos do Nepal, do Quênia, Indonésia e Filipinas proibiram suas cidadãs de irem trabalhar no Líbano e outros países do Oriente Médio, para a própria segurança dessas domésticas, que são tratadas como escravas, e muitas vezes são abusadas física e sexualmente, e onde os malfeitores, não se importam se elas são tias, irmãs ou mães em seus países de origem. 


CLAUDINHA RAHME
Gazeta de Beirute

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário