Os cedros de Deus - Horsh Arz el-Rab


Um dos pontos mais belos do país, é a reserva florestal dos Cedros. Localizado aproximadamente à 3 horas de carro de Beirute, em direção ao Norte do país. 

Para chegar aos Cedros você passará pela aldeia Bsharre(local de nascimento do grande poeta e escritor Gibran Khalil Gibran), e após sete quilometros de Bsharre, está a floresta dos cedros.  Há dois caminhos que levam até os cedros, e qualquer caminho que você escolher, vai valer a pena pois o visual é deslumbrante.

Ao chegar você poderá desfrutar em restaurantes, chalés, hotéis, área de esqui, entre outros. Mas a grande vantagem é poder apreciar a paisagem natural que marcou a história.

O Cedro do Líbano é uma árvore conífera, abundante principalmente em altitudes entre os mil e dois mil metros. Há três mil metros de altitude encontram-se as mais antigas árvores. O cedro é uma árvore nativa da região do Oriente Médio, precisamente no Líbano, Síria, Turquia e Chipre. 

As maiores ultrapassam 35 metros de altura, com tronco de 15 metros de circunferência.
Em cada região há uma certa espécie de Cedro. 

-Cedro do Líbano
-Cedro da Turquia
-Cedro do Chipre
-Cedro do Atlas(Marrocos e Argélia)

A madeira do cedro é aromática e tem várias utilidades. Foi bastante utilizada na antiguidade pelos Fenícios e outras civilizações. Tanto para construir embarcações comerciais e militares, como para a construção de templos e habitações. 

Mas também em rituais religiosos, os egípcios utilizavam a sua resina na prática da mumificação e Moisés aconselhava os sacerdotes judaicos a utilizarem a sua casca durante a circuncisão e no tratamento da lepra. Era ainda costume queimar o cedro em diversas cerimonias. 

A comercialização entre Líbano e Egito foram registradas nos papiros.

O caso mais famoso de construção religiosa é o Templo de Salomão em Jerusalém, bem como os Palácios de David e Salomão.

Também nos livros Sagrados, o cedro é mencionado. De acordo com o Talmude, os Judeus queimavam a madeira do cedro-do-libano no Monte das Oliveiras para anunciar o início do ano novo. Na bíblia os cedros foram mencionados mais de 70 vezes. 

Com o passar dos anos sua exploração aumentou, e por esta razão foi implementado um programa ambiental de preservação e regeneração, pois e lá que estão os cedros mais antigos do país. A Unesco elegeu “Os Cedros de Deus”como patrimônio natural da humanidade.

Em cada estacão do ano, há um toque especial, e uma nova experiência, sempre inesquecível. Não deixe de visitar o símbolo nacional do Líbano.

Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário