Conflitos Internos em Campo de Refugiados


Foto: naharnet

Um tiroteio teve inicio na ultima segunda-feira (11) entre o Fatah Al-Islam e Bilal Badr, ex-membro da Fatah Al-Islam, em Ain el-Hilweh o maior campo de refugiados palestinos do Líbano, que fica localizado próximo à Sídon. 

O campo é o lar de 50 mil refugiados palestinos, e também local famoso por ser abrigar extremistas e fugitivos. Há longa data, o exército libanês não entra no campo, deixando que a segurança, e a ordem ali, sejam estabelecidas entre os próprios palestinos. 

Na terça-feira (12), pelo menos 11 pessoas ficaram feridas, em novo tiroteio ocorrido dentro do campo de refugiados, Munir Maqdah, Comandante da Brigada de Mártires de Al-Aqsa, disse que o incidente está sendo investigado, e que ele não irá permitir que a situação se deteriore dentro do campo. 

E afirmou ainda, que não serão aceitos desestabilizações e conflitos causados por quaisquer partidos de oposição, além de ter negado a suposta presença de membros da Al Qaeda ou da Frente Al-Nursa dentro do campo. Facções palestinas concordaram com o líder do Fatah, em preservar a segurança dentro do campo e zonas circundantes. 

O tiroteio irrompeu em Al-Fawqani, um bairro dentro do campo, entre partidários de Badr Bilal e a Comando Geral da Frente Popular para a Libertação da Palestina. Os atiradores portavam durante a troca de tiros, metralhadoras e morteiros, em virtude do primeiro confronto, ocorrido na segunda-feira, onde uma pessoa morreu e várias ficaram feridas. Moradores de Ain el-Hilweh realizaram uma marcha pedindo o fim das lutas internas entre grupos de oposição.

CLAUDINHA RAHME
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário