Profeta Muhamad (s) e sua Tolerância


Cuidado! Quem quer que seja cruel e duro com uma minoria não-muçulmana ou restrinja seus direitos ou os sobrecarregue com mais do que podem suportar, ou tome qualquer coisa deles contra sua vontade, eu (Profeta Muhamad) acusarei no Dia do Juízo.” (Abu Dawud)


Profeta Muhamad (s) foi um profeta pacifico e sábio , jamais teve a missão de radicalismo ou diminuição da iluminação do ser humano. Sua missão foi continuar a palavra de seu ancestral Profeta Ismael (as) filho de Profeta Abraão (as).

“os judeus têm sua religião e os muçulmanos têm a deles.” Esta foi a forma de indicação que mesmo vivendo sobre a mesma nação, cada um possuía sua própria religião.

“Se houver qualquer disputa ou controvérsia que possa causar problemas, ela deve ser apresentada a Deus e Seu Mensageiro.”  Era ensinado pelo Profeta Muhammad ( s) –Maomé- que tribos individuais não muçulmanas poderiam se referir e se nortear por suas próprias escrituras teológicas e seus sábios em relação aos assuntos de sua jurisdição Religiosa. Se assim desejassem poderiam pedir colaboração do Profeta Muhammad (s) para julgar em suas questões. 

“…Se se apresentarem a ti, julga-os ou aparta-te deles...” (Alcorão 5:42).


Foi implantado pelo Profeta Muhamad (s) a liberdade de julgamento de cada religião, desde que não desrespeitasse a constituição, este pacto levou a coexistência e tolerância de todas as sociedades que faziam parte da aliança.

Repetindo: “Cuidado! Quem quer que seja cruel e duro com uma minoria não-muçulmana ou restrinja seus direitos ou os sobrecarregue com mais do que podem suportar, ou tome qualquer coisa deles contra sua vontade, eu (Profeta Muhammad) acusarei no Dia do Juízo.” (Abu Dawud)

O Radicalismo não possui bases fundamentalistas no verdadeiro islamismo, pois se não possui estudos teológicos e bases na vida do Profeta Muhammad (s) não pode ser considerada exemplo da comunidade ou Islamismo. 

O Radicalismo é baseado em seitas de líderes negativos que nada seguem.


“Os judeus que nos seguem têm direito a ajuda e equidade. Não devem ser prejudicados e seus inimigos não devem receber ajuda.”

Com esta sabedoria iluminada o Profeta Muhammad (s) reuniu todas as tribos que eram rivais possuindo  diferentes credos em uma aliança divina coexistente e tolerante.

Anthony Mohammad
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário