Tratado de Redução de Armas Nucleares


Foto: Embaixada.org

O aperfeiçoamento da tecnologia das ondas eletromagnéticas escalares, e HAARP, tornaram os mísseis nucleares obsoletos, de modo que as duas superpotências pragmaticamente decidiram reduzi-los, devido ao alto custo envolvido na manutenção! A razão porque os governos dos EUA e da Rússia subitamente chegaram a um acordo sobre a redução das armas nucleares é muito simples e pragmática: tanto as ogivas nucleares quanto os sistemas de mísseis estão obsoletos e precisavam ser desativados e jogados no lixo!  Como os sistemas de mísseis, que transportam as ogivas nucleares, não conseguem mais atingir os alvos inimigos, eles estão obsoletos e são tão inúteis que não compensam os gastos necessários para mantê-los em condições operacionais. Além disso, como os satélites americanos e russos podem identificar a localização de cada ogiva nuclear, em qualquer lugar do mundo, em tempo real, as ogivas nucleares estão seriamente comprometidas como um sistema eficiente de armamento, ou como uma arma eficiente para os terroristas!

À primeira vista, o acordo parecia fantástico! O tratado de controle de armas propôs reduções no número de ogivas estratégicas, utilizadas em praticamente um terço, e a redução dos lançadores totais para 800 ao longo dos próximos anos. Esta foi à essência das análises positivas que foram apresentadas em todo o mundo, para que as pessoas creiam que os americanos e russos realizaram um ótimo acordo para a paz mundial, com seu tratado para a redução das armas. Mas, como usual, a verdade está na direção oposta à indicada na retórica para o público. A verdade é que as armas nucleares estão totalmente obsoletas e precisavam ser reduzidas até o ponto da eliminação!

Preocupações dos cientistas de Nova Era, a respeito dos danos que a tecnologia HAARP poderia infligir a Terra:

Criar terremotos quando e onde forem desejados.

Manipular os sistemas padrões globais climáticos, provocando chuvas ou secas.

Fazer a Terra sair de seu ciclo normal de rotação e, possivelmente, girar fora de controle.

Redirecionar o fluxo das correntes elétricas que se deslocam na camada ionizada da atmosfera.

Ampliar e focar a luz solar, um efeito chamado de skybusting, provocando buracos nas camadas protetoras de ozônio, permitindo que uma luz solar intensa atravessasse a atmosfera e provocasse queimaduras graves nas pessoas.

Fazer o controle da mente, usando o bombardeio de ondas de frequência extremamente baixas, na mesma faixa de frequência em que o cérebro humano opera, modificando os pensamentos e as emoções das pessoas. 

HAARP pode criar explosões da mesma magnitude de uma bomba nuclear, porém sem a radiação, sendo possível atacar alvos com grandes explosões, sem lançar mísseis com ogivas nucleares, ou aviões, porta-aviões.

Essa descoberta poderia tornar todas as estratégias militares, sobre como se defender de um ataque inimigo, totalmente inúteis. Se as explosões nucleares podem ser produzidas por ondas eletromagnéticas HAARP na velocidade da luz, então é praticamente impossível se defender dessas armas. 

Entretanto, as ogivas nucleares transportadas por mísseis estão obsoletas! Se ambos os lados podem criar explosões da mesma magnitude de uma bomba nuclear sem criar radiação, por meio das torres de transmissão de rádio do tipo HAARP, os mísseis com ogivas nucleares não serão mais necessários. Como você se defende de um ataque de magnitude nuclear iniciado por ondas de rádio ELF (frequências extremamente baixas), silenciosas e invisíveis, geradas no território inimigo, que sobem até a ionosfera e depois são refletidas para o seu território para provocar uma explosão? Esses transmissores de rádio ELF podem criar um escudo impenetrável contra os mísseis e aviões invasores, ou qualquer coisa que tente penetrar no espaço aéreo! Então, por que tentar aperfeiçoar um míssil antimíssil que possa abater outro míssil no ar? Por que as Forças Armadas americanas estão trabalhando em conjunto com as Forças Armadas israelenses para levar esse míssil antimíssil mais eficiente a Israel, para oferecer melhor proteção contra os mísseis sírios e egípcios? 

Eles provavelmente não querem que muitas pessoas saibam que os EUA possuem esse tipo de eficiente escudo de mísseis em um campo de batalha, seja estratégico ou tático. Quando os árabes começarem a lutar contra os israelenses na próxima guerra, poderão ficar chocados com o tipo de armas que os aniquilará!  A existência desse tipo de capacidade militar também é a razão por que os EUA estão fornecendo armamentos aos governos árabes para lutarem contra Israel na próxima guerra. Os árabes não compreendem que as Forças Armadas israelenses, já obtiveram uma vantagem decisiva na capacidade de aniquilação! Os russos e israelenses têm uma arma eletromagnética mais poderosa, chamada de Armamento Escalar. Os EUA não possuem a mais poderosa e avançada tecnologia de armamentos do mundo! Inimigos dos EUA têm esse tipo de tecnologia! 

Pelo menos cinco países no mundo possuem o tipo de tecnologia que poderá submeter às forças militares americanas à aniquilação em algumas poucas horas, se decidirem usá-las! A tecnologia dos armamentos escalares. O armamento escalar são ondas eletromagnéticas emitidas por meio de antenas de rádio construídas de uma forma especial. Embora os EUA tenham construído antenas HAARP quase uma década atrás, essa tecnologia é evidentemente inferior à tecnologia russa, e pode representar um gigantesco esforço para "alcançar" o armamento russo. Byron Weeks, um coronel da Força aérea americana, citou uns anos atrás, um determinado tipo de arma chamado Domo de Tesla. Nenhuma frota deve partir sem que os cientistas empreguem um Domo de Tesla eficiente, nenhum Exército deve marchar e nenhuma força aérea deve ser acionada, sem esse Domo. 

Esse Domo de Tesla é absolutamente o armamento mais poderoso sobre os qual já se ouviu falar! Por exemplo, se qualquer avião tentar voar para dentro, ou para fora do Domo de Tesla, explodirá e será destruído. Essa é a verdadeira razão por que o presidente Obama e o presidente russo assinaram o tratado de redução de armas nucleares. As ogivas nucleares, os mísseis e aviões usados para lançá-las contra seus alvos, estão obsoletos. O presidente iraniano Ahmadinejad aludiu a essa obsolescência ao dizer ao mundo por que o Irã não está interessado em construir uma capacidade de armas nucleares.

O presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad declarou um tempo atrás à NBC, que o Irã não estava desenvolvendo armas nucleares, porque segundo ele “As armas nucleares é coisa do século 20". O que significa esta última frase? Como Ahmadinejad está falando no século 21, a única conclusão que podemos chegar, é que as armas nucleares são irrelevantes no século 21! As armas nucleares foram uma força extremamente significativa no século 20, porém neste século 21, estão obsoletas.  Mas, no mínimo, devemos nos preocupar que os terroristas possam obter o controle de armas nucleares, que poderão ser usadas contra alvos civis vulneráreis, como as cidades. Certamente, os líderes russos e americanos, estavam preocupados que algumas das suas ogivas nucleares caíssem nas mãos de terroristas. 

Os satélites russos e americanos podem detectar um dispositivo nuclear em qualquer lugar do mundo em tempo real! Essa capacidade de detecção é tão boa, que os satélites podem localizar a radiação nuclear que sai de uma ogiva colocada em uma caixa de chumbo. Agora você conhece a verdade sobre o que foi o tratado russo - americano para a redução das armas nucleares. A VERDADEIRA razão para esse acordo ser assinado, é porque os EUA têm o sistema de armas eletromagnéticas HAARP, e a Rússia tem uma versão ainda mais avançada, chamada Armamento Escalar. As ogivas nucleares e os mísseis que as transportam, estão obsoletos. Os mísseis que transportam a carga nuclear, não conseguem atravessar o Domo de Tesla, e atingir um alvo. Finalmente, ambos os países podem produzir explosões da dimensão de uma bomba nuclear, com suas respectivas armas eletromagnéticas, na velocidade da luz, em qualquer parte do globo e sem produzir a radiação nuclear. Além disso, para completar ainda mais nossa compreensão, descobrimos que nem mesmo os terroristas podem usar dispositivos nucleares sem serem detectados, rastreados em tempo real, e capturados.

THERESE MOURAD
Gazeta de Beirute
Fonte: espada.eti.br
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário