Acordo entre EUA e Rússia para retomar paz na Síria?


Foto: diariodarussia.com

O Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse nesta terça-feira (23), que ele e o Chanceler russo, Sergei Lavrov, concordaram em procurar maneiras de retomar um plano de paz para a Síria, mas admitiu que isso, será extremamente difícil. 

Será que dessa vez haverá o tão esperado acordo para decidir o futuro da Síria? Podemos perceber que os EUA mudaram um pouco a maneira de falar sobre o conflito da Síria, após vários escândalos publicados na internet pela Al Qaeda. O Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, ainda voltou atrás nos comentários anteriores, sugerindo que ele estava defendendo um plano maior de contingência da aliança para a Síria. Kerry declarou após uma reunião com o Chanceler russo, Sergei Lavrov, que os dois discutiram maneiras de retomar um plano de paz acordado em Genebra, em junho passado, sobre um governo de transição na Síria.

Mencionou também, que apesar de ambos os países terem opiniões diferentes sobre, como e quando, Bashar El Assad deve deixar a presidência, um acordo pode ser realizado, mas, ressaltou que é um caminho muito difícil. A Rússia não concorda que esta seja a saída, e que a pressão para a saída de Assad poderá aumentar as ameaças de grupos militantes islâmicos, como a rebelde Frente Al-Nusra, que neste mês prometeu formalmente, lealdade ao líder do Al-Qaeda, Ayman Al-Zawahri, declarou  Lavrov. Em entrevista coletiva na última terça-feira (23), Lavrov disse: "A cada dia mais pessoas são mortas. Contudo, vejo uma crescente compreensão da urgência de passar da exigência de eleições, para ações reais. É por isso que eu espero que possamos ver ações concretas de todos os lados".

Depois de um grande número de vítimas no conflito sírio, e que vem crescendo cada vez mais, o povo está deixando suas casas, para refugiar-se nos países vizinhos, porém, nem todos esses países que os abrigam, têm condições de abrigá-los. Sem mencionar o número de mortes, que vêm preocupando  não apenas os países apoiadores do regime sírio, mas também os que apoiam os opositores, isso talvez leve ambas as partes a um acordo de a paz na Síria.

Fonte: G1, Euronews e Rússia News. 

Therese Mourad
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário