As Princesas Turcas do Brasil


No estado do Maranhão, nas ilhas dos lençóis, local este abençoado por Deus, e visitado por turistas do mundo todo, é contada uma lenda vinda do oriente médio e região Ibérica.

Conta-se que Dom Sebastião de Portugal na guerra de Alcácer Kibir,  confrontou no Verão de 1578,  os Mouros de Marrocos, onde foi derrotado e seu corpo desapareceu .

Em Al Kasr Al Kebir, existe uma aldeia  que se chama Suakem, foi exatamente o local da batalha , lá se encontra um obelisco em homenagem e memória de El Rei Dom Sebastião de Portugal .

Entre as influências culturais dos Ibéricos e mouros muçulmanos, que por cá se instalaram, estas histórias e lendas foram florescendo no popular 
maranhense.  


 El Rei Dom Sebastião (óleo sobre tela  dos finais do século XVI ou início do século XVII, patente na Câmara dos Azuis).

O  Turcos continuaram com seus postos nas cidades do litoral. O conto do Maranhão, é que o Sultão Turco Darsalam, mantinha a esperança de 
reconquista das regiões perdidas.  Sultão Darsalam resolve manter a chama do Sultanato salva com suas Filhas, as princesas Turcas  (conhecidas no Brasil): Princesa Mariana – Princesa Erondina – Princesa Jarina.

(Jerusalém )


Que foram embarcadas para um reino amigo, na Mauritânia, mas nunca chegaram e os emissários esperaram  por dias, meses e anos .  
Pela viagem conta-se que as princesas passaram pelo estreito de Gibraltar, conhecido como um portal sagrado a outras esferas, deixando o mundo real e material para entrar no mundo encantado . No  “Rio das Amazonas”, foram despertadas do sono profundo,   e encontraram a sacerdotisa Tapuya que chorava a perca de seus filhos :


“ Minhas lágrimas são o Rio .....Eu sou a barreira do Mar , Eu sou a Pororoca , Defendo meu povo contra a maldade que chega  do mar, mas vocês princesas Turcas podem entrar nestas Terras , (Recepção da Pororoca )

Os contadores dizem que elas entraram em uma região elevada onde quem entra jamais pode sair.

Estes portais e dimensões existem no popular do Maranhão em:

Matas
Espelhos de água
Rochas
Cavernas
Vários locais e países
Ninguém sabe o local certo, que pode mudar a todo instante quando assim deseja .

Alguns estudiosos do Brasil, se baseiam na existência de alguns fatos históricos que  afirmam que, no inicio de 1500 o Espanhol Vicente,  visitou o litoral atlântico do Pará e levou uma grande quantidade de escravos indígenas para a Europa, talvez por estes motivos a Sacerdotisa indígena que recebeu as Princesas Turcas, chorava e chora até hoje transformada em Pororoca. 

Entre os povos da Amazônia representa a Pororoca “ Defesa contra 
estrangeiros “,  estes que desejam invadir a cultura e a influência da mata . 
Pororoca (biogalera)

Conta-se que a Princesa Jarina, não estava contente com as matas do Pará e se escondeu na Corte de El Rei Dom Sebastião de Portugal, já encantado na Ilha dos Lençóis e a Ilha Maiaú. 

Entre a lenda e a realidade cultural se encontra as misturas e verdades históricas. 

O Palácio de Dom Sebastião, se encontra a 160 Km de São Luís no arquipélago de Maiaú.  
Lençóis do Maranhão (Rotasalternativas) 

O conto afirma que este palácio é feito de Ouro celestial, cristais, esmeraldas e pedras preciosas. Exatamente no dia 4 de Agosto, data que coincide com a Batalha de Kiber, El Rei surge quando anoitece em seu cavalo com arreios de Ouro e Prata , com espada e uniforme de Gala . 

(foto: amigodahistoria)


O Brasil recebeu influências de povos importantes, e civilizações mundiais, e com estas influências se encontra as lendas e personagens do popular  universal. 

Anthony Mohammad
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário