Biblioteca de São Paulo Comemora 1 Milhão de Visitas

Foto: bibliotecadesaopaulo.org.br

Inaugurada em Fevereiro de 2010 num prédio de 4,2 mil m², no espaço da extinta Casa de Detenção, também conhecida como Carandiru, a Biblioteca de São Paulo foi criada como parte do projeto de revitalização urbana do terreno em que funcionou o Carandiru. A área, ocupada hoje pelo Parque da Juventude, congrega um conjunto de ferramentas culturais, esportivas e educacionais, das quais a Biblioteca também faz parte. Visando fazer parte do cotidiano da vizinhança e aproximar o público a se interessar pela leitura, a Biblioteca que possui um acervo público de 35 mil títulos, funciona dia e noite, finais de semanas e feriados, proporcionando assim, um atendimento a todas as pessoas que estudam ou trabalham em horário comercial, fechando para manutenção apenas às segundas-feiras.

As pessoas com deficiências físicas também podem desfrutar de todos os serviços da Biblioteca de São Paulo, que possui estrutura, equipamentos, mobiliário e pessoal treinado para possibilitar o acesso ao conteúdo disponível à todos os públicos. “Antes, eu não lia nada, nem revistas. Agora, frequento regularmente a Biblioteca, escuto audiolivros, convivo com amigos que fiz, e utilizo os equipamentos especiais disponíveis para deficientes visuais. As atividades daqui, como o Clube da Leitura, e a “Leitura do Cotidiano”, abrem muito minha percepção, e hoje me vejo como um aprendiz”, explica Sergio Nassau de Souza, deficiente visual.

Além do incentivo à leitura, a Biblioteca oferece ainda uma intensa programação cultural, com palestras, contação de histórias, discussões sobre temas literários, intervenções teatrais, apresentações musicais, cursos diversos e brincadeiras, além de cursos periódicos de capacitação, voltado as profissionais de outras bibliotecas públicas e comunitárias do Estado. A atuação presente junto à comunidade também é um dos diferenciais da Biblioteca de São Paulo, que divulga serviços de interesse geral, vagas de emprego, assistência social aos adolescentes, através de reuniões onde eles expõem suas vivências e se manifestam através de citações, letras de músicas e livros. 

Para os jovens visitantes do local, são oferecidas atividades educativas que estimulam o raciocínio lógico, despertam o interesse pela leitura, e incentivo à escritura e compartilhamento de poemas com os demais participantes, além do uso de computadores e internet. E ainda conta com oficinas artesanais com manuseio de argila e pintura em tela, para recontar histórias literárias, com o Centro de Reabilitação Educacional e Social para Crianças Especiais.

Nesta semana a Biblioteca atingiu a marca de 1 milhão de visitas, e para comemorar esse sucesso com o público, a Biblioteca foi totalmente decorada para receber os visitantes, e foi preparada uma programação especial realizada no último sábado (20), com aulas de xadrez, atividades lúdicas de incentivo a leitura, personagens  literários e contação de histórias para crianças de até 3 anos, e também palestra e bate papo com o escritor Ziraldo, autor do famoso livro infanto-juvenil “O Menino Maluquinho”. Ziraldo falou sobre seus trabalhos e inspirações numa conversa informal com o público.

BIBLIOTECA DE SÃO PAULO
Parque da Juventude - Av. Cruzeiro do Sul, 2.630 Santana. 
Acesso pelo metrô Carandiru 
Funciona de terça a sexta das 9h às 21h. Sábados, domingos e feriados das 9h às 19h. 
Todas as atividades da BSP são gratuitas. 
www.bsp.org.br | (11) 2089-0800

Claudinha Rahme
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário