Emergência Medicas II



Mordidas de animais:
Ao sair pelas ruas, nos deparamos com vários cães e gatos que podem nos atacar de repente. Até mesmo o comportamento de nossos bichinhos pode ser uma surpresa em contato com desconhecidos ou até mesmo diante das pessoas com as quais convivem. Saiba como agir acaso ocorra algo:

•Lave o local da mordida com água e sabão; 

•Cubra o local com um curativo de gaze esterilizada; 

•Vá imediatamente a um pronto socorro se a ferida for profunda; 

•Procure um médico se tiver alguma dúvida, sobre a validade da vacina antitetânica da pessoa que foi mordida; 

•Preste atenção no comportamento do animal durante dez dias, se a pessoa foi mordida por gato ou cachorro. Se for um animal de rua, deve-se tentar capturá-lo para que fique em observação. Se isso não for possível, a vítima deve ser imunizada contra a raiva. 

Como perceber se o animal está com raiva:
Os animais domésticos devem ser vacinados adequadamente, se isto não acontecer, seu bichinho pode ser contaminado por outros animais, ao andar sozinho na rua. É bom saber identificar se algum animal está com raiva para manter distância. 

•Um cão dócil passa a se comportar agressivamente; 

•Alucinações visuais (ex.: o animal passa a abocanhar o ar como se quisesse caçar moscas imaginárias); 

•Emagrecimento brusco; 

•Abandono da casa.

Escorpião:
Acidentes com picadas de escorpião podem ocorrer também nas áreas urbanas, e até dentro de casa. De hábitos noturnos, os escorpiões não são agressivos, picam apenas para se defender. Durante o dia, se escondem em troncos de árvores, pedras, frestas de muros, e outros locais abrigados e escuros, como sapatos e botas. Algumas espécies preferem lugares pedregosos e secos, e há os que se adaptam ao ambiente doméstico, preferindo-o inclusive, aos refúgios naturais, devido à facilidade de encontrar alimentos e clima favorável. O que fazer?

•Mantenha a pessoa o mais imóvel possível, principalmente a região ou o membro picado. 

•Essas picadas provocam dor intensa. Práticas caseiras como sangrar, espremer ou sugar o local da picada têm demonstrado pouca eficiência. 

•O procedimento correto é levar a vítima ao posto de saúde mais próximo, onde será aplicado um tratamento à base de anestésicos e analgésicos. 

•Caso seja possível, capture o animal que causou o acidente e leve-o também ao posto de saúde.

Cobras e Aranhas venenosas:
É muito fácil ajudar alguém que foi picado. Saiba como: 

•Procure capturar, ou pelo menos ver, o animal que picou a vítima para informar o médico. 

•Quanto mais informações sobre o animal, mais adequado poderá ser o tratamento.

•Leve a vítima imediatamente para o hospital mais próximo.

•Mantenha-a o mais imóvel possível, sem que ela faça esforço físico.

•Não tente chupar o veneno.

•Não faça cortes no local da picada para tentar tirar o veneno.

•Não coloque nenhuma substância química no local da picada. 

 Atenção:

•Sacuda sapatos e botas antes de calçá-los; 

•Se você tiver qualquer lesão na boca, não faça a sucção, você pode complicar-se com o veneno; 

•O veneno dos escorpiões, inoculado pelo ferrão da cauda, atua sobre o sistema nervoso, provocando vários distúrbios. Nos casos benignos, a dor local não é muito forte e não há risco de vida. Nos casos de média gravidade, a dor é intensa e irradia-se para as regiões próximas à picada. Nos casos graves, além da dor e sua irradiação, ocorre queda de temperatura, aumento transitório de pressão sanguínea, náuseas e vômitos. Nas primeiras 24 horas existem risco de vida, principalmente se a vítima for criança.

Trauma/Acidentes 
 Os Bombeiros recomendam não mexer no ferido para não agravar o problema e ligar imediatamente para 193. Atente para as orientações gerais: 

•Mantenha a calma, e afaste os curiosos; 

•Chame a ambulância e os bombeiros, se necessário; 

•Quando se aproximar, tenha certeza de que está protegido (evite ser atropelado); 

•Faça uma barreira com seu carro, protegendo você e a vítima de um novo acidente; 

•Evite movimentos desnecessários na vítima, para não causar maiores e/ou novas lesões; 

•Utilize luvas descartáveis para evitar contato direto com sangue ou outras secreções; 

•É fundamental que a vítima chegue ao hospital sem 2º trauma e, preferencialmente, com as possíveis situações de risco estabilizadas (ex. obstrução das vias aéreas); 

•O transporte deve ser realizado pela ambulância. Transporte inadequado pode causar 2º trauma ou a morte da vítima; 

•Em locais onde não haja ambulância, a vítima deve ser transportada somente depois de avaliada, estabilizada e imobilizada adequadamente; 

•Não retire a vítima do local do acidente, salvo se o local em que ela se encontra possa causar risco de vida para ela e para o socorrista. (Ex.: carro que tenha risco de explosão); 

•Vítimas presas em ferragens devem ser retiradas por pessoas especializadas (ex: bombeiros). 

Choque Elétrico
O choque elétrico é sempre grave. Pode causar distúrbios na circulação sanguínea e, em casos extremos, levar à parada cardiorrespiratória. Na pele, podem aparecer duas pequenas áreas de queimaduras (geralmente de 3º grau) – a de entrada e de saída da corrente elétrica. 

Primeiras providências:

•Desligue o aparelho da tomada ou a chave geral. 

•Se tiver que usar as mãos para remover uma pessoa, envolva-as em jornal ou em um saco de papel. 

•Empurre a vítima para longe da fonte de eletricidade com um objeto seco, não condutor de corrente, como um cabo de vassoura, tábua, corda seca, cadeira de madeira ou bastão de borracha.

O que fazer: 

•Procure ajuda médica imediata. 

•Se houver parada cardiorrespiratória, aplique a ressuscitação. 

•Cubra as queimaduras com uma gaze, ou com um pano bem limpo. 

•Se a pessoa estiver consciente, deite-a de costas, com as pernas elevadas.   

Se estiver inconsciente, deite-a de lado. 

•Se necessário, cubra a pessoa com um cobertor e mantenha-a calma.

Veja mais --> Emergências Médicas I




Fonte: Corpo de bombeiros de Jaú, São Paulo. 

Yasmeen Chehayeb – Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário