Israelenses derrubam drone libanês no mediterrâneo



Na última quinta-feira (25), por volta de 02h00min, um drone libanês foi abatido pelo exército israelense na costa de Israel, próximo a Haifa, o segundo incidente deste tipo, cometido pelos militares israelenses, nos últimos sete meses. Danny Danon, Vice-Ministro de Defesa de Israel, alegando que a violação da fronteira aérea israelense era uma ameaça contra a segurança dos cidadãos de Israel, culpou o Hezbollah pelo envio do drone, afirmando que o movimento xiita tentou infiltrar-se no território judeu.

"Estamos falando de uma nova tentativa do Hezbollah para enviar um robô não tripulado em território israelense, numa tentativa de desestabilizar o Oriente Médio. Responderemos ao incidente em nosso próprio tempo. Estamos prontos e vamos reagir conforme necessário. Eles sabem que não devem nos provocar”, disse Danon à Rádio do Exército de Israel.

O Hezbollah, através de um comunicado em sua emissora de TV, Al-Manar, negou que tivesse enviado um drone em direção à Palestina ocupada. O Tenente Coronel, Peter Lerner, Porta-Voz militar, disse que o drone foi avistado pelo sistema de defesa aéreo, e aviões, helicópteros e aviões de combate foram alertados a se deslocar para a área, e que após a confirmação de se tratar de uma aeronave hostil, receberam ordens de derrubá-lo. Porem, apesar da acusação contra o Hezbollah, ele foi cauteloso em afirmar que o incidente está sendo investigado, porque de fato, eles não souberam explicar de onde o drone estava vindo, e para onde ele estava indo; e afirmou ainda que a Marinha estava procurando os restos da aeronave no mar.

 Em Outubro do ano passado, os israelenses derrubaram outro drone sobre o sul do deserto de Negev, em Israel, após a confirmação de que o drone havia invadido o espaço aéreo do país, vindo do Mar Mediterrâneo; e Benjamin Netanyahu, culpou o Hezbollah pelo envio do drone. Dias depois, Hassan Nasrallah, afirmou que um drone iraniano, construído e montado no Líbano, havia sido lançado por seus militares, e sobrevoado locais sensíveis em Israel. Outros drones foram enviados pelo Hezbollah, um em Julho de 2006, que também foi derrubado, e outro em Abril de 2005, que retornou sem ser abatido pelos militares israelenses. Andrea Tenenti, Porta-Voz da UNIFIL, disse não ter ainda informações de que o avião  derrubado por Israel tenha vindo do Líbano, e estão investigando se as informações de que um drone dentro da zona de operação da UNIFIL, tenha invadido território israelense ou não. 

 Na última sexta-feira (26), militares israelenses aumentaram o aparato militar ao longo de sua fronteira norte com o Líbano, que em contra partida, também posicionou as Forças Armadas Libanesas ao longo da fronteira, bem como as tropas da UNIFIL estiveram presentes, no intuito de evitar qualquer ação por ambos os lados.


Claudinha Rahme
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário