Joias Libanesas da moda



Nos últimos anos, designers libaneses, tais como Elie Saab, Zuhair Murad, Georges Chakra e Tony Ward, constantemente marcam presença nos mais importantes tapetes vermelhos, mostrando uma imagem repleta de luxo, desejo, poder e glamour, bem diferente daquela imagem, que relacionada a um país com um histórico de várias guerras em sua história (a última em 2006).

Esses designers são os queridinhos das maiores estrelas de Hollywood, e de celebridades do momento. Todos os olhares estão voltados para estes estilistas, justamente pelo evidente diferencial em suas peças. 

São verdadeiras obras de arte, repletas de muito glamour, luxo, detalhes riquíssimos que contam com um ar de ostentação, e nos lembram, vestidos marcantes de décadas passadas. 

As pessoas buscam cada vez mais por peças com todos esses diferenciais, capazes de trazer para essas mulheres, a sensação de serem especiais e de terem para suas vidas, obras eternas.

Cada um desses quatro estilistas, contam com dois ateliês de Alta Costura, em sua terra natal e no exterior. Elie Saab, Zuhair Murad e Georges Chakra possuem ateliês em Beirute e Paris, e Tony Ward possui ateliê em Beirute e em Moscou. 

Porém, suas coleções de Prêt-À-Porter, podem ser encontradas em diversos países, através de lojas próprias, e revendas autorizadas. 

No Brasil, apenas as criações de Elie Saab são encontradas em sua loja própria, em São Paulo. Murad tem seus vestidos disponíveis para venda numa multimarca de Brasília. 

Agora resta esperar para ver quem será o próximo a aterrissar em solo nacional: Georges Chakra ou Tony Ward, ou quem sabe ambos.

O estilista brasileiro, Fause Haten, acredita neste mesmo conceito de luxo e exclusividade, e disse que a moda libanesa já existe, e é admirada há tempos, e que realmente as mulheres têm buscado, através do que vestem mostrarem o seu poder, e estilo de vida.

E estes estilistas libaneses, trazem em suas obras, exatamente o que elas buscam...

Elie Saab:
Começou bem cedo a mostrar seu talento, desde pequeno fazia roupas para sua mãe e irmãs, e logo passou a vender também, para as mulheres do bairro de Beirute, em que vivia. 

Alguns anos mais tarde, ele foi para a Europa e passou a colecionar diplomas, e admiradores, tornando-se em 1997, o primeiro estilista, não italiano, a fazer parte da Camera Nazionale Della Moda, e desfilando suas coleções nas semanas de Alta Moda, em Roma. 

Em 2003, Elie Saab foi convidado a fazer parte do Chambre Syndicale de La Haute Couture, e consequentemente, a desfilar seus vestidos maravilhosos na semana de Alta Costura de Paris. Além de suas criações sob medida, Elie Saab também tem uma linha Prêt-À-Porter.

Zuhair Murad:
Inaugurou seu primeiro ateliê em Beirute, em 1995, e em apenas quatro anos, foi convidado pela Camera Nazionale Della Moda, a exibir sua coleção de Alta Costura na semana de Alta Moda em Roma.

Isso lhe proporcionou destaque mundial, e abriu portas para que ele apresentasse suas criações na semana de Haute Couture, em Paris. Em 2002, também entrou na passarela com o seu Prêt-À-Porter.

Tony Ward:
Passou anos estudando e trabalhando em Paris, com grandes nomes de várias grifes, como Dior, Chloé, e Lanvin, e em 1995, voltou para Beirute com seu talento e todo o aprendizado que teve na França, e desenvolveu sua própria coleção de Haute Couture, e de Prêt-À-Porter.

Georges Chakra: 
Saiu de Beirute para estudar no Canadá, onde aprendeu e aperfeiçoou suas técnicas. É um dos preferidos de Hollywood, e já vestiu inúmeras celebridades.

Ele também teve um de seus vestidos no filme “O Diabo Veste Prada”, onde a personagem Miranda (Meryl Streep) apareceu usando uma de suas criações. 

Desde 2002 suas coleções são desfiladas na semana de Haute Couture de Paris.

Veja alguns modelos dessas quatro joias libanesas, em celebridades do mundo... 



Bety Ziade
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário