O Castelo de Moussa


Moussa Abdel Karim Al-Maamari, foi quem construiu esse castelo, ele precisou de 60 anos de trabalho para que sua grande obra ficasse pronta. 

Moussa sempre sonhou em construir um castelo, e ainda quando criança ele desenhava seu castelo em rascunhos de papel na escola. 

Um de seus professores, sempre reclamava de que Moussa ficava distraído com seus desenhos, e não era então um bom aluno. O mesmo professor o bateu com uma vara, e sempre dizia que Moussa não iria conseguir nada.

Nascido em 1931, ele passou sua vida com esse sonho, apenas em seu pensamento e rascunhos, mas quando se apaixonou por uma menina, resolveu construir o palácio para sua princesa.

Está menina se chamava Sayeda, e ela era de uma família de classe alta. Mas o jovem não pensava nas diferenças sociais que os separavam, e quando ele confessou seu amor, ela disse, zombando, que apenas falaria com ele, quando ele possuísse o castelo.

Ele deixou a escola, a casa, e a cidade, sem dizer nada a ninguém. Ele pegou seus desenhos do palácio, uma mecha de cabelo de Sayeda, e caminhou de Tartous a Sidon. 

Em Sidon, ele foi recebido por seu tio, Issa al-Maamari, que estava trabalhando na renovação do castelo da cidade costeira. Então ele se juntou à equipe da renovação, onde trabalhou por vários anos, onde adquiriu uma experiência incrível, e aprendeu a renovar estruturas antigas, e por essa razão foi contratado para trabalhar em diversos museus e palácios.

Com esse trabalho, e também juntando dinheiro quando trabalhava na Companhia de Eletrecidade do Líbano, ele casou-se com outra mulher, Maria Eid, a filha do governador de Chouf, e lá comprou a terra, para dar início à seu sonho.

Depois de anos de trabalho árduo, com a ajuda de sua esposa, ele começou a receber visitantes atraídos pelas pedras esculpidas e torres, que logo se tornaram um marco nacional. 

Pouco a pouco ele começou a construir seu castelo, na região de Chouf, Líbano, o trabalho que marcaria toda sua vida e seria um lugar conhecido por todos os turistas que visitam o país.  

O Castelo de Moussa, foi formalmente aberto para visitantes e turistas em 1967.

Depois de seu sonho realizado, ele não podia deixar de encontrar a mulher que o influenciou a seguir seus sonhos, e a procurou muito, mas ela estava na América, e após entrar em contato com ela, ele a convidou para visitar o Líbano, mas não falou nada do castelo.

Em 2009, Sayeda veio ao Líbano, e soube que o Castelo que ele havia prometido a ela, estava pronto, e o encontrou em frente ao Local, com lágrimas nos olhos.

Apesar de ter realizado essa grande obra, e ter lembrando do antigo amor, Moussa, não esqueceu que um dia a moça zombou de sua pobreza, mas também é grato, porque isso o motivou mais.

"Eu vou morrer, mas o castelo vai ficar, meus filhos podem se beneficiar dele, mas o castelo não é deles, continuará a ser um patrimônio do Líbano." Moussa Abdel Karim Al-Maamari.

Dentro do Castelo, há um Museu, com diversas antiguidades, e diversas representações típicas do Líbano. 



Para conhecer o Castelo de Moussa, se vindo de Beirute, pegue a rodovia sul, levando a Sidon e Tiro. Ao chegar à cidade de Damour, vire a direita no caminho de Beit-Eddine, e suba em direção às montanhas, em Chouf.
Horário de funcionamento:

O Castelo Moussa abre 7 dias por semana.
Taxa de entrada: 15.000L.L adultos,7.500 L.L crianças.

Para mais informações: (961) 5 500106
E-mail: moussa@moussacastle.com, mcastle@cyberia.net.lb

Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário