Rússia: “Hezbollah provou sua credibilidade”


Foto-MTV

O Vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Mikhail Bogdanov, falou durante uma conferência de imprensa, em sua chegada ao Aeroporto Internacional Rafik Hariri, em Beirute, na quinta-feira, e se mostrou preocupado com o Líbano e a contínua guerra na Síria.

Bogdanov, reiterou a posição de Moscou de que só uma solução política, formulada por sírios, poderia resolver a crise.

Quando os jornalistas perguntaram sobre a participação de membros do Hezbollah nos confrontos da Síria, ele respondeu que respeita a vontade do povo libanês que escolheu esses membros para liderarem o parlamento e decidirem questões importantes do país.

 “A Rússia coopera com o Hezbollah, e o grupo já provou sua credibilidade, ao longo dos anos”, afirmou Bogdanov, em um almoço organizado em sua homenagem pelo Hezbollah, na sexta-feira, no Restaurante Assaha, perto do Aeroporto, região que o Hezbollah predomina.

No mesmo dia, Mikhail Bogdanov, entregou uma carta do presidente russo, Vladimir Putin, ao presidente do Líbano, manifestando a necessidade de haver um dialogo entre os partidos do Líbano.

 A carta também estava elogiando o presidente Michel Suleiman, pelos esforços exercidos para manter uma situação estável no país.

O presidente libanês, agradeceu a Rússia por sua posição e apoio, e pediu que a Rússia se esforçasse mais, para que em breve haja uma solução para os conflitos na Síria.

Mikhail Bogdanov, também visitou vários políticos, entre eles Samir Geagea, Najib Mikati e no seu último dia no Líbano visitou o líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah.

No domingo (28), dia de sua viagem para Jordânia, ele disse no Aeroporto, que “sua vinda ao Líbano ajudou a desenvolver uma visão sobre o futuro das relações entre a Rússia e o Líbano".

Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
28-04-2013
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário