16 aviões israelenses no espaço aéreo libanês


Foto: Presstv.ir

O Exército libanês relatou na noite de sexta-feira (3), que aproximadamente 16 aviões israelenses, sempre em pares, violaram o espaço aéreo do Líbano num período de 14 horas, voando sobre grandes áreas do país. Embora não seja novidade que Israel esteja sempre enviando aviões de reconhecimento (drones) e aviões de guerra sobre o espaço aéreo do Líbano, de forma regular, no entanto, o tráfego aéreo nas últimas 24 horas aumentou descaradamente.

De acordo com a Direção Geral do Exército, às 19h10min da última quinta-feira (2), dois aviões israelenses violaram o espaço aéreo libanês a oeste de Sídon, voando sobre todas as áreas libanesas, e deixaram espaço aéreo do Líbano, horas mais tarde por cima da região de Naqoura. Dez minutos antes da partida do primeiro grupo, mais dois aviões entraram no espaço aéreo libanês, sobrevoando o mar, a oeste de Jounieh, às 22h40min horas, e retornando a Israel pouco depois da meia-noite, sobrevoando a aldeia de Alma al-Shaab, ao sul. 

Às 00h35min já da sexta-feira (3), outra surtida de dois aviões entraram no espaço aéreo libanês por cima do mar, perto de Beirute, realizando manobras aéreas sobre o país, antes de sair às 03h15min da manhã. Às 06h00min da manhã, mais dois aviões violaram o espaço aéreo do país por cima do mar, próximo a Beirute, e sobrevoou todas as regiões do Líbano, saindo as 08h50min, acima da vila de Rmeish, no sul.

Outros dois jatos israelenses cruzaram o espaço aéreo libanês, sobre a aldeia de Alma al-Shaab, às 08h55min, e sobrevoando várias áreas no Líbano, enquanto sobrevoava novamente, a vila de Rmeish. Às 10h00min, mais dois aviões israelenses violaram o espaço aéreo libanês vindo novamente pela aldeia de Alma al-Shaab, sobrevoando várias áreas no país, e deixando o espaço aéreo libanês pela aldeia do sul de Naqoura, às 11h45.

Novamente dois caças israelenses entraram no espaço aéreo do Líbano, às 13h10min, ainda na sexta-feira (3), pela vila de Rmeish no sul, sobrevoando várias áreas do país e retornando ao Estado de Israel às  15h05min pela aldeia de Naqoura. E, finalmente, dois jatos israelenses cruzaram o espaço aéreo libanês às 15h15min ainda na sexta-feira, sobrevoando o país através da aldeia de Rmeish. 

O Presidente do Líbano, Michel Sleiman, pediu à comunidade internacional para pressionar Israel a parar de violar o espaço aéreo libanês, alegando que suas atividades violam o Conselho de Segurança das Nações Unidas e a Resolução 1701.  

"Estas infrações visam abalar a estabilidade do Líbano, e constituem uma contínua ameaça da política do inimigo contra o Líbano", disse o Presidente.

Claudinha Rahme
Gazeta de Beirute 
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário