Aniversário da retirada das tropas israelenses


O Líbano comemorou essa semana, o décimo terceiro aniversário da retirada das tropas israelenses do Sul do Líbano. Por outro lado, esta semana, o Hezbollah, com o exército sírio, confrontou os rebeldes, intensamente, em uma das batalhas mais sangrentas que houve, desde o início da guerra.

No dia 25 de maio de 2000,  com o Hezbollah na frente do combate,  Israel retirou as suas tropas do sul do Líbano, após vinte anos de ocupação, ação esta, que nem mesmo o exército libanês conseguiu realizar. Hoje, 13 anos depois, o Líbano continua a celebrar esta ocasião, para relembrar o seu significado, o dia 25 de maio foi escolhido como feriado nacional, conhecido como o “Dia da Libertação”. 

Em 2000, milhares de libaneses se reuniram nas aldeias, onde  tinham sido forçados a sair, muitas famílias até hoje, preferem passar o 25 de maio, no Sul, relembrando a ocupação e a libertação de suas terras.

E foi após essa data, que mudanças dramáticas aconteceram na política do país, e o Hezbollah passou  a se tornar mais popular. Pois há 13 anos atrás o libanês que testemunhou a retirada das tropas de Israel, hoje comemora o feriado nacional, o que colocou um fim na opinião pública sobre a “invencibilidade do exército israelense”.

Em várias universidades libanesas, houve seminários. Bandeiras, e faixas foram espalhadas por todos os lugares, doces foram distribuídos, porém diferente de todos os anos, a comemoração de vitória, se misturava com as lágrimas dos parentes dos membros do Hezbollah, que recebiam os corpos de seus filhos, maridos ou irmãos, todos vindos da Síria, da região de Qusair.

Os caixões carregados, e mulheres que jogavam sobre eles pétalas de rosas, soldados do Hezbollah, que homenageavam os amigos de campo de batalha, prestaram honrarias nos funerais,  familiares que atiravam com metralhadoras para o alto (costume de algumas regiões do país). 

Para terminar o dia, o líder do Hezbollah, fez um discurso, falando das ações do Hezbollah no passado, e finalizou suas palavras prometendo uma vitória, sobre a guerra na Síria.


Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
25-05-2013
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário