Aramaico, uma língua em extinção!

Foto: Gettyimages

O aramaico, a língua falada por Jesus, em breve estará extinta. Cerca de 3.000 anos, e uma vez utilizado em todo o Oriente Médio, esta língua antiga, está rapidamente desaparecendo. Além do aramaico, cerca de 50 % a 90 % das línguas de hoje já terão desaparecido até o final deste século. O aramaico, uma vez amplamente utilizado para comércio e governo, provavelmente irá desaparecer dentro de uma a duas gerações. Um estudioso do aramaico moderno, da Universidade de Cambridge, o linguista Geoffrey Khan, está tentando documentar todos os dialetos do aramaico antes de seus falantes nativos finais morrerem. 

Como parte de seu trabalho, ele entrevistou indivíduos dos subúrbios ao norte de Chicago, que abriga uma população significativa de assírios, os cristãos de língua aramaica, que deixaram seus países de origem no Oriente Médio, para escapar da perseguição e da guerra. O povo assírio adotou o aramaico (que se originou com os nômades do deserto, conhecido como sírios), quando estabeleceu um império no Oriente Médio, no século VIII A.C. Mesmo após os assírios terem sido conquistados, a língua prosperou na região por séculos. (O diálogo no filme de Mel Gibson, "A Paixão de Cristo", sobre as últimas 12 horas de vida de Jesus, foi executado em aramaico e latim).

O aramaico continuou sendo a língua comum no Oriente Médio, até o século VII D.C., quando foi então, substituída pelo árabe, que através da invasão das forças muçulmanas da Arábia. Desde então, o aramaico continuou a ser falado, porém, apenas pelos não muçulmanos em áreas do Irã, Iraque, Síria e montanhosas remotas da Turquia. Ao longo do século passado, os falantes de aramaicos saíram de suas aldeias nativas, para outras cidades e outros países e a língua não foi transmitida às gerações seguintes. Hoje, é dito existir cerca de 500 mil falantes do aramaico espalhados ao redor do planeta, no entanto, esse número é enganoso. 

Investigadores do idioma, acreditam que exista mais de 100 diferentes dialetos da língua materna, conhecida como o neo-aramaico, e alguns desses dialetos, inclusive, já se tornaram extintos. Outros ainda têm poucos falantes vivos, e na maioria dos casos, ele é usado apenas de forma oral, e não mais como uma linguagem escrita. O aramaico está longe de ser o único idioma ameaçado de extinção. Linguistas temem que, como o mundo se torna cada vez mais conectado, cerca de 50 % a 90% das cerca de 7 mil línguas em uso atualmente, vão desaparecer até o final do século.Atualmente, 94 % das pessoas no planeta, se comunicam em apenas 6 % de suas línguas.


Claudinha Rahme
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário