Conferência Internacional sobre a Síria, ONU e Rússia

Foto: Euronews

Após um encontro em Sochi no sul da Rússia, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon, e o Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, pediram à organização, o mais rápido possível, uma Conferência Internacional sobre a Síria, para acabar com o derramamento de sangue. Em uma coletiva de imprensa, Ban Ki-Moon declarou: “A organização de uma conferência deve acontecer o mais rápido possível, porque as expectativas são altas”.

Ele também se reunirá com Vlademir Putin. O Ministro Lavrov disse não perceber indignação internacional motivada, pelo fato de Moscou continuar cooperando militarmente, com o regime do Presidente sírio, Bashar Al Assad. "Não percebo por que a imprensa dá tanta atenção a isto. Não escondemos que fornecemos armas à Síria, conforme contratos assinados, sem violar quaisquer acordos internacionais ou a nossa legislação", enfatizou ele. Lavrov ressaltou ainda, que a Rússia fornece apenas armas defensivas, que não podem alterar o resultado dos 26 meses de conflito entre as forças de Assad e os rebeldes.

"Fornecemos essencialmente e, em primeiro lugar, armas defensivas relacionadas à defesa aérea", destacou. "Isso não pode, de maneira alguma, alterar o equilíbrio de forças nesta região, ou dar qualquer vantagem à luta contra a oposição", acrescentou. Por outro lado, Lavrov disse que é muito cedo para fixar uma data para as conversações de Genebra - que deve acontecer na primeira quinzena de junho - porque a composição das delegações sírias, ainda não foi decidida, e acrescentou:

“O importante agora é saber quem participará no lado sírio, de outro modo não acontecerá nada. Também é indispensável chegar a um acordo sobre os países que participarão. Moscou também pediu a inclusão de seus sócios comerciais, Irã, e também da Arábia Saudita, aliada americana, como contrapeso. Mas o Presidente americano, Barak Obama, disse na última terça-feira (28), que insistirá na saída de Bashar El Assad, mas não irá impor isso, como condição prévia, para as conversações de Genebra”.


Therese Mourad
Gazeta de Beirute

Texto: Voz da Rússia e euronews
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário