Membros do Al-Qaeda são presos no Líbano


Foto: dailystar

Uma célula composta por sírios e libaneses com ligações ao Al-Qaeda foi detida pelas autoridades em Ain Al-Rummaneh, subúrbio de Beirute. Os quatro membros foram detidos por posse de explosivos.

O Exército libanês descobriu a célula "suspeita" e prendeu os membros, que portavam vários explosivos e detonadores. Os suspeitos estavam sendo interrogados pelo órgão judiciário competente, enquanto a investigação continua em andamento para prender os membros restantes da célula.

Em 2011, o ministro da Defesa, Fayez Ghosn, disse que "alguns membros da organização terrorista Al-Qaeda" tinham entrado no Líbano por travessia ilegal na fronteira sírio-libanesa, particularmente pela cidade de Arsal, no Vale de Bekaa, sob o pretexto de que eles pertenciam à oposição síria.

No entanto, o Presidente Michel Sleiman e o Ministro do Interior, Marwan Charbel, rejeitaram as alegações de Ghosn, Charbel pediu ao Ministro da Defesa, que provasse a existência desses grupos no Líbano. "Tenho certeza de que nenhuma cidade libanesa, ou os libaneses, aceitarão abrigar o terrorismo", disse o Presidente na ocasião.

 As autoridades sírias têm afirmado repetidamente nos últimos anos, que o Líbano é um paraíso para os terroristas filiados ao Al-Qaeda, que são guerrilheiros e contrabandeiam armas para os rebeldes sírios.


Claudinha Rahme
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário