Ministro condena ataques israelenses na Síria



O Ministro das Relações Exteriores, Adnan Mansour, condenou “o silêncio da comunidade internacional sobre as agressões israelenses nos países árabes”, e pediu a Liga Árabe, uma posição decisiva sobre os ataques israelenses na Síria.

Mansour condenou "o ataque e o silêncio da comunidade internacional sobre as agressões israelenses repetidas em mais de um país árabe".

O Ministro também afirmou que “uma posição firme deve ser tomada, para evitar uma nova escalada de conflitos”.

Mansour acusou Israel de " estar se preparando para uma invasão de larga escala para explodir a região e empurrá-la para um confronto destrutivo."

No domingo, um oficial da inteligência israelense, disse que “Israel, atacou um carregamento de mísseis iranianos na Síria, que iriam chegar até o Hezbollah”.

No entanto, a Agência de Notícias síria, afirmou que as explosões aconteceram em Jamraya, perto de Damasco, visando atingir o centro de pesquisa da região, o que causou várias vítimas.

Também o governo sírio, por sua vez, informou que “simultâneamente, no momento do ataque israelense, houve várias tentativas de assalto aos postos de controle militares, por parte dos grupos terroristas, o que representam uma ação sincronizada com estes grupos, inclusive com o Al-Nusra, que é uma ramificação da Al-Qaeda”. 

Em um comunicado, o Egito também condenou os ataques israelenses, afirmando que “essas violações podem aumentar a complexidade da situação, e comprometer ainda mais, a estabilidade da região”. O comunicado dizia que “o Egito se opõe a qualquer agressão contra a Síria, ou ataque contra sua soberania, e a exploração de sua crise interna, independente de qualquer pretexto por parte de Israel.

Chadia Kobeissi 
Gazeta de Beirute
06-05-2013
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário