Nasrallah disse muito mais



No início da última semana, o líder do grupo xiita, Hassan Nasrallah, fez um grande discurso, no entanto, apenas parte dele, foi super divulgado, onde ele disse que “os combatentes do Hezbollah, estão lutando ao lado do Regime Sírio”, mas além disso, o líder xiita falou muito mais.

Nasrallah destacou a necessidade, da união entre sunitas, xiitas, e árabes em geral, afirmando que “muitos sunitas, estão contra à oposição síria”. Ainda disse, que:
“A oposição e todos aqueles que a apoiam, querem transformar a Síria em uma região sem influência, uma futura nação que aceita as normas impostas pela América e Israel.”

O líder xiita, também criticou as “estranhas fatwas(regras islâmicas), que estão sendo decretadas pelos rebeldes, onde eles afirmam que devem matar qualquer pessoa que trabalha em função do governo, mesmo que seja um professor, um lixeiro, ou qualquer outro funcionário relacionado ao Governo.

Nasrallah, perguntou, se alguém aceita essa fatwa? E ele mesmo respondeu, que “nenhum líder religioso, de qualquer seita, pode aceitar isso”.

Ele também afirmou que “a única solução é o dialogo, porém os rebeldes não estão aceitando, mesmo com a insistência da Rússia, China, e Irã”. 

Nasrallah também fez um chamado: “Todos aqueles que querem o bem da Síria, e não querem que a causa Palestina seja esquecida, devem lutar pelo dialogo, pois este e o único caminho.”

“Deixar essa causa ser resolvida através da força militar, é uma grande aventura, que pode levar a qualquer lugar”, acrescentou.

O líder do Hezbollah, ainda afirmou que “há 13 mil libaneses vivendo na Síria, e muitos foram mortos, e tiveram as casas destruídas. A obrigação de ajudar os libaneses que lá residem, e do governo libanês”.

Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário