Salim Ahmed El-Hoss

Hoje no especial Quem é Quem, vou contar um pouco sobre o homem, que é considerado um grande político no Líbano, que tem muitos amigos, e poucos inimigos, caso raro, em um país como o Líbano, que sempre esteve fortemente dividido... Seu nome é:
Salim Ahmed El-Hoss



Salim Ahmed El-Hoss, nasceu em Beirute, em 1929, numa família sunita. Aos 84 anos, sua ficha permanece mais limpa do que a de outros políticos do país. El-Hoss completou seus estudos recebendo sua graduação em Economia, pela Universidade Americana de Beirute. Nos anos seguintes, ele viajou para os Estados Unidos, onde conquistou o PhD em Economia e Negócios, na Universidade de Indiana. 

De volta ao Líbano, ele ingressou na carreira política, e se tornou Primeiro-Ministro, em 1976, onde permaneceu até 1980, durante os primeiros anos da guerra civil libanesa. De 1987 a 1989, El-Hoss foi novamente Primeiro-Ministro, ao nomear a si mesmo para o cargo, sendo então reconhecido pelo Líbano e outras nações, além de ter sido escolhido pela terceira vez para ocupar o cargo de Primeiro-Ministro, pelo Presidente, Elias Hrawi, até 1990. E depois, pela quarta vez, até o ano de 2000, quando as tropas israelenses deixaram o Sul do Líbano.

Em 2005, após a renúncia de Omar Karami, ele foi escolhido para formar um novo governo, porém, recusou o cargo por motivos de saúde, e Najib Mikati foi então nomeado. Durante seus últimos dois mandatos como Primeiro-Ministro, ele também exerceu o cargo de Ministro das Relações Exteriores. El-Hoss realizou muitas obras durante sua carreira política, mas o que mais marcou foi sua personalidade diante da sociedade libanesa, e do mundo, opondo-se à pena de morte, e se recusando a assinar, execuções. Ele é conhecido por sua honestidade, equilíbrio e democracia. 


Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário