Se vestir de maneira elegante



Saiba como montar visuais elegantes, a partir do autoconhecimento, e de peças do seu próprio guarda-roupa. Se vestir de maneira elegante é uma missão possível, que depende de alguns cuidados simples. Logo, a elegância não diz respeito ao valor atribuído a peça, ou marca, e sim, a forma de compor os visuais.

Sendo assim, veja as principais dicas para se vestir bem:

Descubra seu tipo físico: O primeiro passo e o mais importante. 
Para descobrir seu tipo físico, olhe-se no espelho e tire suas medidas:

Ampulheta: Busto e quadril da mesma medida e cintura mais fina;

Retângulo: Ombros, cintura e quadris com as mesmas medidas;

Triângulo invertido:Os ombros são mais largos do que os quadris e as coxas;

Triângulo:Nesse tipo físico,os quadris são bem largos e os ombros são 
estreitos;

Oval: A cintura, os ombros, as costas e o peito são maiores que os quadris e as coxas.

Valorize seus pontos fortes: Saiba qual é a parte mais bonita do seu corpo para então chamar a atenção para esta região. E assim, tire o foco dos pontos que menos gosta, ou não te valorizam. Entretanto, optar por decotes profundos, e peças mini, não é uma maneira de vestir-se com elegância. O ideal é deixar a área desejada aparente de forma sensual, na medida certa. 

E mais: A partir dos 30 anos de idade, roupas com cortes mais estruturados caem melhor, pois não destacam a barriga, celulite ou culote, por exemplo. Aproveite para exercitar seu olhar, e pesquise em revistas e sites peças que gosta, e então cheque se de acordo com sua rotina, e tipo físico, seriam elementos que lhe cairiam bem.

Faça uma triagem em seu guarda-roupa: É hora de descobrir quais as peças que realmente fazem referência ao novo visual, e quais devem ser doadas. Somente após esta análise você estará pronta para ir às compras, sabendo o que realmente precisa.

Vista seu número e enxugue as medidas: Nem mais nem menos. Roupas maiores que seu tamanho, dá um aspecto de desleixo ao visual, assim como os números menores, destacam justamente o que não deveria estar em evidência. Contudo, se acima do peso, alie roupas do seu tamanho aos tons escuros, incrementando a produção com acessórios leves e coloridos.

Tenha peças coringas: O clássico não se resume apenas às cores, mas também aos modelos. Sempre tenha no guarda-roupa um vestido preto, um terninho de cor neutra, casaquinhos de meia estação, camisas brancas, um sapato fechado sóbrio de salto médio, uma bota elegante, uma bolsa básica e calças jeans.

Adeque o visual ao ambiente: Saiba portar-se e vestir-se para diferentes ocasiões. A elegância está também em adequar-se. Assim, eventos informais pedem trajes informais. No caso de uma ida a um churrasco, por exemplo, opte por saltos médios, um vestido casual ou calça jeans. Para um casamento diurno, invista nos tecidos sofisticados com estampas leves, utilizando do brilho com prudência.


Seis truques para valorizar seu corpo

1 – Alongue a silhueta: Listras horizontais alargam a silhueta. Para aparentar mais magra e alta, opte pelas listras verticais, tal como visuais monocromáticos, e sapatos nude. No caso de estampas, invista nas pequenas, pois, além de elegantes, mantêm a silhueta no lugar.

2 – Aposte no poder dos decotes: Os decotes em V e U são indicados para mulheres de busto grande. Já os do tipo canoa, e tomara que caia, aumentam o tamanho dos ombros e são ótimos para quem tem ombros estreitos. Porém, use a roupa com elegância, nada mais inadequado do que uma blusa aberta além do que deveria, ou sutiãs à mostra.

3 – Invista nos acessórios: Os acessórios são ideais para incrementar o visual, e desviar a atenção de partes do corpo menos favorecidas. Sendo assim, atente para a combinação dos elementos e lembre-se: Bolsa e sapato não precisam ter exatamente a mesma cor, mas devem estar em sintonia no estilo e relação de cores.

4 – Atente às pregas, volumes e tecidos: As pregas podem aumentar ainda mais suas medidas. Por isso, tome cuidado na hora de usá-las. Coloque pregas e volumes, apenas se quiser valorizar a região onde vão ficar, por exemplo: Para evidenciar o bumbum, opte por saias balonê. Entretanto, tecidos pesados como brim, lã e sarja devem sempre vir acompanhados de outros mais leves, para balancear e manter feminina e produção.

5 – Atenção às calças: Deixe a calça tocar no peito do pé para alongar a silhueta dando a impressão de que você é mais magra. A barra da calça deve parar no meio do salto, sempre. Se for usar uma sapatilha ou um sapato baixo, dobre um pouquinho a calça para que a barra não fique arrastando no chão. A calça mais alta, com camisa por dentro tende a diminuir a região da barriga e quadris, alongando também a silhueta. Para mulheres mais magras, as calças claras são ideais, com bolsos faca, ou com lapelas. Atente sempre para não deixar as roupas debaixo “marcando” a calça, ou aparentes no cós.

6 – Esteja sempre munida de seu kit de sobrevivência: Tenha sempre em sua bolsa escova de cabelos, batom, corretivo, e o que mais precisar, para manter a maquiagem e higiene em dia.


Betty Ziade
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

1 comments: