Dabke دبكة


Dabke (árabe دبكة também se pode transcrever dabka e dabkeh) é a mais popular dança árabe folclórica em vários países: Líbano, Síria, Jordânia e Palestina. É também dançada em partes do Brasil, Iraque e Arábia Saudita. A dança é normalmente executada em casamentos e outras ocasiões festivas. O líder (o que puxa a dabke) é chamado “cabeça de linha”.

O Dabke, que significa “bater os pés”, tem sua antiga origem relacionada ao trabalho. A história diz que nas aldeias libanesas, as casa mais humildes eram forradas com galhos de árvores, barro, e na época das chuvas, os moradores das aldeias reuniam amigos, vizinhos, parentes e batiam os pés no chão para compactá-lo. Desta forma fechavam todas as frestas para evitar a entrada de água.

Com o tempo, introduziram nesse trabalho o “bater os pés”, criando brincadeiras para espantar o frio e o cansaço. Eles tocavam flauta de bambu (mijwis), tambor (tabla), faziam desafios, e iam improvisando novos ritmos, batendo os pés no chão. Assim nasceram os mais conhecidos ritmos até hoje Dalaouna, Ataba, Abouzelouf e Mijana.

No início dos anos 40, o dabke se resumia a esses ritmos, e os passos eram menos de sete; conforme a região, eles eram executados com mais vigor, mais intensidade, rapidez ou lentidão. O dabke alcançou outros países, como a Jordânia, a Síria, a Palestina, e consta que nas montanhas do Iraque e no Egito, existe uma dança em grupo muito semelhante ao dabke, porém, possui outra estrutura em sua execução. 

Também alcançou certas tribos de beduínos nas regiões vizinhas ao Líbano. Já retratando a forma de vida desse povo com passos mais teatrais, com dramaticidade e gestos exacerbados. Só a partir da difusão da música egípcia pelo rádio, os compositores criaram um estilo de música com sotaque libanês, de matriz popular.

A partir daquele momento, a música árabe passou a ser dividida em duas correntes: a egípcia e a libanesa. Outros ritmos de dabke foram desenvolvidos, e a dança até então exclusiva das aldeias, alcançou as cidades, e passou a ocupar o centro do palco.


Silvia Tohme
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

1 comments: