Qual é o seu sotaque?


No Brasil, os diferentes sotaques, são resultados das diferentes colonizações, e influências de outras nacionalidades. O português, como se sabe, imperou sobre os outros idiomas que chegaram ao Brasil, mas sofreu influências do holandês, do espanhol, do alemão, do italiano, entre outros. Mas antes disso, os índios e africanos, foram os primeiros, a aprenderem o português, e um sotaque relacionado às respectivas línguas, surgiram no português.

Além disso, havia diferença no português falado entre os colonizadores que chegavam ao Brasil, vindos de várias regiões de Portugal, e em distintas décadas. A imigração foi constante, e sempre dividida em áreas. Sendo o Brasil um grande país, muitas vezes os habitantes de uma região permanecem apenas na sua área, dessa forma, cada região acaba ficando reestrita, à sua forma regional de falar. Exceto as grandes metrópoles, que mesmo possuindo também certo sotaque, abrigam pessoas de todos os estados brasileiros, permitindo assim, descobrir rapidamente, de que região a pessoa é, com base no sotaque que ela possui.

Se a pessoa for de Minas Gerais, você vai perceber que elas amam cortar palavras, ou emendar com outras, fazendo abreviações muito engraçadas. Se a pessoa for do Rio de Janeiro, você rapidamente percebe que a pessoa fala, com o “Ch”, “S”, “X” e “R” puxado, pois foram influenciados pelos portugueses, que falam assim também. Os Paulistas puxam o “R”, mas não mais do que os gaúchos e catarinenses, se bem que, muitos paulistas não acreditam que eles também possuem um sotaque.  Além dos sotaques, é importante, destacar, as gírias e as expressões, que cada região possui, vamos ver algumas:

Paulista: Mina, Mano, Meu... entre outras

Nordestino:Visse(Pernambuco), Oxi (derivação do Oxente),Massa,Leso,Acolá (Ceará), Afolosar, etc.

Carioca:Aê,Bolado,Coé,Goiaba(no sentido de distraído),Irado,Fala Sério,e etc.

Gaúcho: Tchê, Báh, Barbaridade, Baita, Tri-Lagal, guria, piá, entre outras.

Apesar das diferenças, é muito bom poder conversar em nossa própria língua, aqui no Líbano, quando encontro alguém falando português, já e motivo de grande alegria, seja qual for o sotaque, até mesmo, se falar português com sotaque árabe, tudo vale, para um coração cheio de saudade. O sotaque é apenas uma maneira entre muitas outras, de mostrar, a diversidade que existe na Cultura brasileira.


Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute

Fontes: pirosferawordpress, e revistaescola.  
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

1 comments: