22 DE JULHO – DIA DO CANTOR LİRICO

Celebramos no dia 22 de Julho o Dia do Cantor. Existem dois tipos básicos de canto, com técnicas diferenciadas: o lírico e o popular. 

Diferente do cantor popular, cuja apresentação pode ser encontrada nos diversos estilos, que compõem a rica diversidade cultural brasileira, e internacional, o cantor lírico é um intérprete que não escutamos com muita frequência, em programas musicais cotidianos, seja na TV, ou no rádio. 

O cantor lírico é encontrado nos teatros e igrejas, em apresentações, concertos, 
casamentos e cerimônias.

A palavra que dá nome a esse gênero musical vem da “Lira”, um instrumento musical de cordas, utilizado pelos gregos, para acompanhar a leitura de versos poéticos. O Lirismo ficou conhecido, como uma expressão de sentimentos, por meio da música. 

Daí surgiu, o que chamamos hoje de cantor lírico, com habilidade para alcançar variações melódicas na música, e emocionar o público, mais pelo som produzido, do que pela letra cantada, portanto, tem a voz como instrumento, porque o que emociona, é o som, e não tanto o texto. 

Isso exige um esforço físico, e emocional, muito maior; com horas de treino, para ter a voz em boas condições de cantar. Existe muito trabalho por trás de um cantor lírico, e a impostação da voz é bem diferente do canto.

O estudo de canto lírico requer anos de treinamento, por isso deve-se estar bem equilibrado ao iniciar nesse segmento, sabendo que o trabalho a seguir, é bastante árduo; e não esperar por resultados imediatos, o que sem dúvida, colocaria tudo a perder. 

O cantor lírico precisa estudar e fazer exercícios diários, para conseguir o maior desempenho com o menor esforço. É preciso dominar a técnica, para alcançar a última fila do teatro, sem microfone, com uma orquestra de 120 pessoas tocando.

Os cantores líricos, normalmente, dedicam anos de treinamento, e exercícios diários, para alcançar a técnica mais refinada do canto. 

Dentre os mais famosos cantores desse tipo, estão Luciano Pavarotti, Plácido Domingo e José Carreras.


Muitos cuidados com a voz são necessários para que o canto saia nítido e limpo.
                                           
    
OS CUIDADOS COM A VOZ 

•A hidratação da garganta é fundamental para uma boa voz, por isso, beba água constantemente, principalmente durante o uso prolongado da voz, e durante a aula de canto;

•Aqueça e desaqueça a voz;

•Descubra qual é a sua voz (soprano, contralto, tenor, baixo...), e evite cantar fora de sua tessitura;

•Use roupas que não apertem seu corpo, ou pescoço. Quanto mais confortável se sentir, melhor para a sua voz;

•Sapatos de preferência confortáveis, sem apertar, e com saltos mais baixos, para não tensionar a coluna;

•Evite usar remédios tipo sprays e pastilhas, elas “aliviam” a dor, mas ressecam as pregas vocais, e encobrem algum problema que esteja tendo;

•Não beba leite, chocolates e bebidas gasosas, antes de cantar. Elas aumentam a secreção da garganta (pigarro), o que é difícil de eliminar em cima da hora;

•Não fume, o cigarro resseca todas as mucosas do nosso corpo, faz mal para os pulmões, e faz com que a voz fique ríspida;

•O álcool também resseca a mucosa da prega vocal, deixando a voz ríspida, evite bebidas alcoólicas antes de cantar, assim como remédios que contenham álcool (sprays para a garganta tem álcool);

•Não pigarreie. Isso faz com que as pregas vocais batam uma na outra com a maior força. Para retirar o pigarro, faça exercícios de vibração, e beba água, com o tempo ele diminui. Pigarrear só aumenta a quantidade de pigarro;

•Durante o período menstrual, algumas mulheres podem ficar roucas, e ter dificuldades para alcançar algumas notas, pois durante esse período, o corpo retém líquido, fazendo inchar o corpo, incluindo as pregas vocais. Se puder, evite cantar, se sentir desconforto;

•A variação hormonal pode causar diferenças na voz;

•Não abuse da sua voz. Falar aonde tem som alto, cantar sem microfone (quando o ambiente pede o uso deste), cantar quando estiver rouco e gripado, tudo isso lesiona a sua musculatura, e pode causar danos sérios nas suas pregas vocais;

•Evite gritar;

•E por último, se sentir alterações na voz, durante o canto ou a fala, procure um especialista, existem terapias para melhorar a voz. E saiba que rouquidão, não é uma coisa normal!


Carla Mussalam Al Masri
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário