Blumenau/SC - O charme europeu no sul do Brasil


Blumenau é uma cidade  do estado de Santa Catarina, na região sul do Brasil, situada no Vale do Itajaí-Açu, a 140 km de Florianópolis e 251 km de Curitiba. A cidade com cerca de 300 mil habitantes, é o cenário da famosa Oktoberfest, a segunda maior festa anual da cerveja do mundo, perdendo apenas para a festa de Munique, na Suíça. Blumenau é uma das cidades com melhor qualidade de vida do país. 

A cidade, fundada pelo filósofo e farmacêutico alemão, Hermann Bruno Otto Blumenau, em 1850, e consequentemente por outros imigrantes europeus, possui o foco em sua colonização germânica, que encanta até os dias atuais, com suas tradições, cultura, gastronomia, e arquitetura em estilo enxaimel. O núcleo italiano da população realiza a Festitália, além de ainda ocorrerem reuniões do Centro de Tradições Gaúchas, e diversas outras manifestações, das culturas europeia e brasileira. 

Até o século XVI, a região era habitada pelos índios carijós, que foram escravizados em massa pelos colonos portugueses de São Vicente, e Blumenau, antes da colonização, era habitada pelos povos indígenas Kaigangs, Xoklengs e Botocudos, que tiveram suas terras usurpadas pelo processo de ocupação dos imigrantes, e hoje vive restrito à reservas indígenas de José Boiteux, um território que pertencia a Blumenau. 

Quando a região foi elevada a categoria de município, em 1880, viviam em Blumenau, inúmeras pessoas de importância regional, nacional e internacional, como Fritz Muller, Hermann Baumgarten, Johann Karsten, Bruno e Hermann Hering, Emil Odebrecht e outros. No final do século XIX e inicio do século XX, Blumenau deixou de ser uma região agrícola e começou o seu processo de modernização. 

Blumenau é o berço de algumas celebridades brasileiras, como a atriz Vera Fischer, as modelos Analice Nicolau e Mariana Weickert, a jogadora de Vôlei Ana Moser, os surfistas Teco e Neco Padaratz, entre diversos outros blumenauenses, que se destacaram em diversas áreas de notoriedade no país. 

Blumenau oferece 7 categorias de turismo: 

Turismo Cultural: apresenta a história e a cultura da cidade em quarenta e um atrativos turísticos. Inicia na Ponte de Ferro, passando por todos os prédios antigos e contemporâneos da Rua XV de Novembro, e termina na curva do Rio Itajaí Açu, junto ao antigo Paço Municipal (sede da administração no período colonial). Este roteiro pode ser desfrutado a pé. 

Turismo Histórico: Oferece visitas a todos os encantadores museus da cidade dando ao viajante a oportunidade de voltar no passado e aprender mais sobre a cultura e tradição exercidas na cidade. Visitar os diversos museus de Blumenau é testemunhar as transformações na região e no mundo, nos últimos dois séculos, desde a chegada dos primeiros colonizadores europeus. 

Turismo ecológico: Oferece passeios encantadores em seus parques ecológicos e trilhas, locais onde o famoso cientista e naturalista, amigo de Charles Darwin, viveu e estudou a fauna e a flora do município.

Turismo Industrial: Oferece a oportunidade de conhecer as empresas onde são fabricados produtos de Blumenau, visitas que contemplam a cultura e história das empresas têxteis, de cristais, de reciclagem, de cachaça, de transformadores e de iluminarias e demonstram inovação, carinho, tecnologia e cuidado com cada detalhe, bem como responsabilidade social e ambiental. 

Turismo Artesanal: Oferece visitas a todas as cervejarias da cidade, além das lojas de artesanato local. 

Turismo religioso: A cidade possui templos católicos e luteranos que contém história e arquitetura relevantes e interessantes, onde cada Igreja possui uma história única, que remonta o início da imigração e colonização da cidade, e onde cada igreja possui lembranças, objetos, instrumentos, entre outras curiosidades. As visitas devem ser agendadas diretamente com cada igreja, respeitando os respectivos horários.

Turismo Arquitetônico de Vila Itoupava: O distrito de Vila Itoupava, a 25 km do centro, é o mais típico recanto alemão da cidade, onde seus cerca de 7 mil habitantes, ainda preservam os aspectos culturais mais autênticos da colonização.  90% da população domina e fala corriqueiramente o idioma alemão, e as casas preservam o estilo enxaimel típico, com floreiras na janelas, jardins e gramados bem cuidados, além de sua arquitetura e paisagismo típico. No local o turista encontra também comidas e bebidas típicas, como deliciosos licores de fabricação caseira. 



A culinária típica alemã é o destaque da gastronomia de Blumenau. Nos cardápios das casas especializadas imperam a costeleta de porco (kassler), o joelho de porco (eisben), o marreco recheado com purê de maçã e uma infinidade de opções de salsichas. Para acompanhar, aposte nas cervejas artesanais. A cozinha italiana também é forte na região, com bons restaurantes de massas. Após experimentar a deliciosa gastronomia germânica, vá as compras! As fábricas de cristais, de chocolates e de malhas da cidade oferecem uma gama de produtos, que além de serem peças de qualidade, possuem preços atraentes. 

No Espaço Hering, um imenso outlet da tradicional marca, é possível comprar roupas até por quilo. Se você adora cristais, vá para o Salto Weissbach, onde você encontrará uma infinidade de taças, vasos, copos, travessas e enfeites para todos os gostos e bolsos. Um dos melhores souvenires de Blumenau, são os chocolates caseiros, encontrados nas várias lojinhas da Vila Germânica, você encontrará as delicias oferecidas a granel, e também em caixas de presente.

Os grupos folclóricos surgiram da necessidade de resgatar a cultura das antigas aldeias alemãs do século passado e atender as necessidades da Oktoberfest, para divulgar a cultura germânica.  O primeiro grupo de Blumenau foi o Blumenauer Volkstanzgruppe, fundado em 1984. Hoje, a região conta com 25 grupos, com mais de 750 pessoas, sendo 18 desses grupos, de Blumenau. As apresentações são divididas em quatro categorias: infantil, juvenil, adulto (solteiros) e casados, e os grupos, geralmente, são vinculados a alguma entidade da cidade, como o Clube de Caça e Tiro, a Escola Municipal, ou a Universidade. 

Com jeito e características de cidade pequena, e tradições, hábitos e gostos que lembram os tempos da vovó, Blumenau é um lugar, onde se pode sentar em um banco na principal rua do centro da cidade, e apesar do movimento dos carros, ter a sensação de estar em uma tranquila cidade do interior da Europa. 

Blumenau funde toda a magia das tradições europeias, com a hospitalidade e a alegria brasileira, e certamente, oferecer um passeio contemplativo pela cidade, levando o visitante a viajar no tempo e no espaço, num permanente confronto, com a realidade de ontem e de hoje. Os trajes típicos ainda fazem parte do cotidiano, ostentados com orgulho pelos imigrantes, 
independentemente de sua classe social, e as danças folclóricas colorem as 
manifestações culturais apresentadas na cidade. 



Claudinha Rahme
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário