Libaneses na luta contra a queda de cabelo


Numa cultura, onde a aparência é fundamental, ter uma vasta cabeleira pode ser algo difícil, tanto para homens, quanto para mulheres no mundo árabe, visto que ambos têm uma predisposição à perda de cabelo genética, que muitas vezes, já dá seus sinais entre os 20 e 30 anos.

Em virtude disso, libaneses em geral, vêm recorrendo com muito mais frequência à cirurgia plástica, em busca de tratamentos e soluções. Segundo médicos especialistas, os tratamentos cirúrgicos para cabelo, bem como os transplantes, oferecem uma significativa melhora ao paciente, o que levou o procedimento a se popularizar, e se tornar uma das maiores buscas pelos libaneses nas clínicas especializadas. Em muitas clínicas, as cirurgias de cabelo e as injeções de tratamento estão agora apenas atrás das três grandes cirurgias plásticas mais procuradas: Rinoplastia, Implantes para aumentar os seios e lipoaspiração.

Milhares de libaneses, em um ano, incluindo celebridades e políticos, procuram o tratamento no intuito  de manter uma aparência mais jovem, e combater o envelhecimento e as alterações genéticas. A faixa etária dos pacientes em busca de tratamentos vai dos 20 aos 50anos, todos em busca de soluções para a queda de cabelo e excesso de pelos no rosto.

A gama de tratamentos para combater queda de cabelo, falhas no cabelo, ou alterar o seu volume, é vasta, e muitas vezes, elas podem ser feitas em conjunto. Para quem ainda tem cabelos, mas apresenta fios danificados, quebradiços, ou fracos, as injeções podem ajudar o cabelo a crescer mais forte e em maior volume, aumentando a saúde do bulbo capilar, no couro cabeludo. As injeções de vitaminas aplicadas a cada 6 meses, diretamente no couro cabeludo, é uma solução popular de fortalecer o cabelo existente.

A aplicação de injeções de sangue no couro cabeludo é uma opção nova, que visa melhorar a saúde do cabelo; o sangue é retirado do próprio paciente, tratado, e injetado novamente no couro cabeludo dele, a cada 12 meses. O custo desse tratamento vai de US$300 a US$500 por sessão, e é um dos procedimentos mais baratos, e menos invasivos no auxilio do crescimento do cabelo.   

Para o tratamento de perda de cabelo, e outros problemas de cabelo, incluindo o excessivo e irregular crescimento de pelos faciais, há duas cirurgias, amplamente praticada por médicos no país. Uma consiste na retirada de enxertia, o mais comum, onde é retirada uma tira fina de 15 milímetros de pele a partir da nuca. A tira é cortada em folículos pilosos individuais, que são replantadas nas áreas desejadas, aumentando a contagem de cabelos, e a plantação de bulbos capilares na pele saudável. 

Uma única tira pode dar aos médicos, cerca de 3.000 folículos pilosos, a serem replantados; e esse procedimento deixa uma fina cicatriz na parte de trás da cabeça, que se estende de orelha a orelha, mas que fica coberta pelos cabelos. Uma sessão desta, normalmente, custa vários milhares de dólares.
Para as pessoas com cabelos curtos, que queiram evitar a pequena cicatriz, uma técnica intensiva e dispendiosa, mais trabalhada, está disponível. A técnica é chamada de extração de unidade folicular, onde os pelos são retirados um pouco de cada vez, e transplantados para a área desejada. Em uma única sessão, os médicos podem transplantar metade do número de pelos. Mas assim como com a técnica da tira atrás da nuca, esta técnica pode custar um acréscimo de mais $ 1.000,00 no valor total.

As operações realizadas com anestesia local são simples, em comparação com a maioria das outras cirurgias plásticas, porém, os médicos alertam que os procedimentos ainda são aqueles delicados, que só devem ser realizados por profissionais treinados, e não em qualquer um dos inúmeros salões de beleza não médicos existentes no país.

Os transplantes e as injeções devem ser sempre os primeiros passos a serem tomados para solucionar o problema da queda de cabelo. Existem outras causas para a queda de cabelo, que podem ser tratadas de outras maneiras, antes de recorrer a uma cirurgia, e assim, melhorar a qualidade do cabelo.

A tensão no couro cabeludo, causada por penteados muito apertados, bem como outros danos, causados pelo calor e produtos químicos para alisamento, tintura e outros tratamentos capilares, podem causar queda de cabelo, interromper todas essas práticas, pode melhorar significativamente, a saúde do cabelo por si só.

As técnicas de tratamento, e os transplantes de cabelo, têm evoluído muito ao longo dos anos, e é possível obter resultados drásticos, mas ainda pode ser difícil voltar a ter a mesma quantidade de cabelos que se tinha há 20 anos. Ainda que os transplantes de cabelo apresentem resultados bem naturais, o resultado final, pode não alcançar a densidade, ou a cobertura total, que a pessoa tinha, quando era um adolescente.


Claudinha Rahme
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário