O Relacionamento Amoroso


Uma das principais queixas de pacientes, em consultórios de Psicoterapeutas, é relacionamento amoroso e suas diversas variáveis envolvidas, como atrair o parceiro ideal, as dificuldades na hora da conquista, e os grandes desafios da manutenção de uma relação.

Mas por que tanta dificuldade? Quem está de fora, muitas vezes, não consegue compreender esta complexidade de se relacionar, que de simples, não tem nada. Alguns dizem que é uma arte, tamanha habilidade os casais tem que ter, para continuarem se amando.

Gostaria de listar, e comentar, algumas questões fundamentais para manutenção, ou término, de relacionamentos:
•Diferença de ideias: Experiências passadas determinam um conjunto de valores, pensamentos e atitudes nossas, e muitas vezes, divergem demais do nosso parceiro, não chegando a consenso. Portanto, para se relacionar bem é preciso conhecer a história do parceiro, para entendê-lo melhor, e praticar a empatia.
•Inflexibilidade e intolerância: Problemas em ceder, e aceitar as dificuldades do parceiro, e suas diferenças. Para termos sucesso neste quesito, devemos compreender que as pessoas são diferentes, e deixar passar algumas situações estressantes (sem retrucar), é um ingrediente importante para a boa convivência a dois.
•Quando o passado invade o presente: Medos, inseguranças e rejeições são fantasmas do passado, que muitas vezes assombram o relacionamento, sendo predominante e determinante, para condutas não adaptativas e prejudiciais. Tente sempre se comportar diferente em cada relação, para não repetir os erros anteriores, fazendo diferente, provavelmente, você obterá novos resultados. As emoções ruins vão aparecer, mas é um trabalho mental e comportamental, constante, afastá-las de você.
•Cuidado com a entrega emocional total: Compartilhe sua vida com moderação. Você deve se preservar em alguns quesitos, para não se subjugar ao seu parceiro, entrando num ciclo sofrido de passividade e autoritarismo.
•Conceito de “dois”: Deixar o individualismo um pouquinho de lado, em prol do casal, nem sempre é fácil, mas um relacionamento requer união como se fosse um time, que pra ter sucesso, tem que ter metas e condutas, visando o mesmo fim.
•Expectativas irrealistas e alta exigência: Muitas vezes nós esperamos mais da relação do que ela pode nos oferecer, exigimos muito, até além da capacidade do outro de nos oferecer, aí vem a frustração. Lembrem-se: Ninguém pode oferecer mais do que tem.
•Autoestima baixa: Nossa segurança emocional, e o juízo que fazemos de nós mesmos, pode atrapalhar a relação, se estiverem abaixo do nível esperado, pois podemos nos exigir e nos subjugar por conta disto.

Não deixe ninguém passar por cima de seus sentimentos, cuide com carinho de si mesmo! Refletir sobre si mesmo, e saber o que quer, e aonde quer chegar, é fundamental para conseguir se unir a outra pessoa de maneira plena, e conseguir viver em harmonia!

Giselle Dechen - Terapia Online  
www.giselledechen.com.br
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário