Rumores de um cemitério do Hezbollah na Síria


O Porta-voz do Conselho Nacional da oposição síria, Moayyed Ghizlan, alegou que há diversas covas contendo corpos de centenas de combatentes do Hezbollah, segundo ele um cemitério do grupo, em solo sírio.

"Nós vimos uma série de valas comuns, e lá o Hezbollah enterra seus membros depois de cada batalha em território sírio, em vez de repatriar os corpos para o Líbano", Disse ele à CNN.

Diversos jornais do mundo publicaram, a alegação não confirmada, pois a única foto do cemitério, apenas mostra, covas com placas de madeira, nada ainda foi averiguado.

O Jornal israelense, Israel Times, um dos mais lidos em Israel, chegou a declarar, que o movimento xiita teria afirmado a existência desse cemitério na Síria, o que nunca ocorreu.

O porta-voz da oposição síria, disse que esse cemitério, serve para evitar a traumatização dos familiares dos mortos. E também para esconder o verdadeiro número de vítimas, evitando opiniões públicas contrárias ao grupo.

No entanto, tudo são apenas palavras, o que há de concreto, é que diversos corpos de membros do Hezbollah foram enterrados em solo libanês, a cada semana há diversos funerais realizados, com honras fúnebres.

A Gazeta de Beirute, compareceu, em um desses funerais, onde o combatente é enterrado por uma multidão de pessoas, entre sua família, amigos, e outros partidários do grupo, que acompanham o corpo, até a cova. Mulheres jogavam flores nos túmulos, e os homens cantavam músicas religiosas, e outras patriotas de luta e martírio. 

Segundo, a mãe de um combatente do Hezbollah, “a família libanesa (especialmente as que participaram em várias batalhas), estão acostumadas com conflitos, guerras, e perdas, por essa razão esconder corpos para que a família não fique traumatizada, como alegou o porta-voz da oposição, não é definitivamente a cara do Hezbollah. Pois as famílias, apesar da dor, tem orgulho de seus parentes que vão para a batalha, pois acreditam na causa”.

Até agora o Hezbollah não se pronunciou sobre essa declaração, mas não há nenhuma queixa por parte das famílias xiitas, de membros desaparecidos. 

O Hezbollah enviou combatentes para lutar ao lado do regime sírio contra os rebeldes que buscam a derrubada do presidente Bashar Assad,  em uma luta travada que já dura mais de dois anos.

Muitas vezes as emissoras de televisão pró-regime, sempre mostram que muitos rebeldes foram mortos, e nas emissoras da oposição, frequentemente, que muitos soldados do exército sírio, morreram. Ambos os lados, sempre enfatizando a fraqueza do inimigo, para que mesmo que, aparentemente, prevaleça sua força.


Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário