Soldados são punidos por espancar suspeito


O Comando do Exército anunciou no sábado (6), a detenção de vários soldados que bateram e humilharam, um homem preso, suspeito de estar envolvido nos último confrontos em Sidon, que resultou na morte de dezoito soldados, e mais de vinte feridos.

O comunicado do Exército relatou, que após o avaliamento das cenas que mostravam o homem sendo espancado, diversos soldados foram presos e vão sofrer punição, pois apesar do ataque cometido pelos salafistas contra o Exército, torturas não são justificáveis. 


A declaração enfatizou: "O Comando do Exército adotará medidas disciplinares severas contra todos aqueles que estavam envolvidos no ataque."


"Nós não vamos ignorar qualquer violação deste tipo, independente de onde e em que condições isso ocorreu."


Na quinta-feira, o Exército também entregou os soldados, suspeitos de humilhar e espancar um outro homem palestino, que tinha laços com o salafista Ahmad Assir.


Abusos de autoridades, são casos frequentes dentro do país, principalmente nas prisões do país, onde câmeras não podem registrar  as torturas, que ocorrem, dentro das celas. 


No sábado também ficou decidido, que os homens aliados de Assir, culpados de terem matado os soldados do Exército, poderão sofrer a pena mais alta, a morte. 


Assista o vídeo, que mostra a cena, de como o homem foi espancado pelos soldados:




Chadia Kobeissi

Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário