Terremoto na China deixa 47 mortos e 300 feridos

Foto: Reuters

Um terremoto de 6,6 graus passou pela China no Domingo (21), causando grandes danos, e deixando várias vítimas. Pelo menos 47 pessoas morreram e 300 ficaram gravemente feridas. O terremoto aconteceu por volta de 7h45 (horário local, 20h45 de domingo em Brasília), entre os condados de Minxian e Zhangxian, na província noroeste de Gansu, segundo informou a agência oficial Xinhua, e centro de controle sismológico de Gansu.

Segundo as autoridades locais, a maioria dos municípios da província foi afetada pelo tremor e não se descarta que o número de mortos possa aumentar. O epicentro do terremoto foi registrado a 34,5 graus latitude norte, e a 104,2 de longitude leste, a cerca de 170 km da capital da província, Lanzhou, e a 20 km de profundidade. Testemunhos locais citados pela "Xinhua", disseram que o tremor durou aproximadamente 1 minuto, e sacudiu as árvores e casas da região, embora por enquanto não haja informação de danos materiais. O terremoto foi sentido também em Lanzhou, e na cidade de Xian, capital da província de Shaanxi.

Somente 1 1/2 depois, às 9h12 (22h12 de Brasília), a mesma região sofreu uma réplica de 5,6 graus de magnitude. A Administração Sismológica da China já iniciou um plano de resposta de emergência, frente ao terremoto, e enviou equipes de socorro para as áreas afetadas. Soldados do Exército da Libertação Popular, policiais, e mais de 300 voluntários da província foram enviados para ajudar com os trabalhos de resgate.

O oeste da China é uma região com frequente atividade sísmica. Em Abril de 2010, um terremoto de 6,9 graus na província ocidental de Qinghai (planalto tibetano), causou a morte de quase 2.700 pessoas. O observatório local de meteorologia acionou o alerta vermelho, devido às fortes chuvas que eram esperadas para a zona nos próximos dias, algo que aumentará as dificuldades dos trabalhos de socorro. 

As autoridades recomendaram à população evitar ficar perto de montanhas, por causa de possíveis deslizamentos de terra, ou futuras réplicas do terremoto. Alguns dos serviços ferroviários que ligam as províncias de Gansu e Shaanxi foram suspensos, enquanto algumas conexões telefônicas não podem ser feitas, devido aos cortes de energia elétrica, que afetam as comarcas próximas ao epicentro do tremor.


Therese Mourad
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário