A muralha da China


A Muralha da China, também conhecida como a Grande Muralha, foi construída durante a época Imperial da História da China com os objetivos militares de proteger a China, contra a invasão dos povos do Norte.

A construção começou por volta do ano 220 A.C, terminando apenas no século XV, durante a Dinastia Ming. Esta construção possui cerca de 7 mil km de extensão, sendo a maior do mundo.
A construção envolveu centenas de milhares de trabalhadores, soldados e camponeses, e aproveitou outras muralhas antigas, e estruturas de torres militares.

A muralha não é uniforme, sendo composta por torres de vigilância, fortes e portas. Algumas pessoas afirmaram por décadas, que ela era a única construção possível de ser visualizada da Lua, isso foi desmentido em 2004, quando Yang Liwei, o primeiro astronauta chinês, a ficar em órbita na Terra, declarou que a Muralha da China não visível naquelas condições. 

A NASA anunciou que o que eles achavam que fosse a construção, era na verdade, o traçado de um rio entre as montanhas, tendo reconhecido publica e oficialmente, que a Grande Muralha da China não é visível do espaço sem ajuda de aparelhos. 

No entanto, segundo a Academia de Ciências da China (ACC), outras grandes obras, como as pirâmides do Egito e até mesmo a hidrelétrica de Itaipu no Brasil, podem ser vistas do espaço, de acordo com alguns fatores: condições atmosféricas, a capacidade de interpretar as estruturas vistas da órbita terrestre, e obviamente, a localização do observador.

Na década de 80, ela foi transformada no símbolo da China, e em 2007, foi eleita como uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo. A Muralha da China é considerada Patrimônio Mundial da UNESCO, e um dos pontos de Turismo Cultural, mais visitados do oriente.


Betty Ziade
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário