Beirute pretende renovar o Hipódromo


A Prefeitura de Beirute, em parceria com a Prefeitura da província de Ilha de França (Ile de France) de Paris, pretende reformar o Hipódromo da cidade, e transformá-lo em um parque público multifuncional, que deverá contar com academia de golfe, restaurantes, um lago artificial e um anfiteatro ao ar livre, visando aumentar a área verde de Beirute, entre a selva de concreto que rodeia o Hipódromo.

O projeto, numa área de 255 mil m2, inclui uma passarela que ligará o Hipódromo ao Horsh Beirut (o parque dos pinheiros que está fechado), que são os dois maiores espaços verdes da cidade. A prefeitura de Beirute tem sido muito criticada pelo fechamento do Horsh Beirut, no entanto, o Vice-Prefeito Nadim Abu Rizk, diz que vem trabalhando para concluir as reformas restantes do parque, e procurando uma empresa privada para administrar o parque, e cuidar de sua manutenção e segurança.

 Raja Noujaim, da Associação para Preservação do Patrimônio de Beirute, no entanto diz que a abordagem da prefeitura demonstra que nada foi aprendido com os erros do passado, em assumir projetos de grande escala, sem consultar os planejadores urbanos, e em seguida contratar empresas privadas para administrar patrimônios públicos, antes da conclusão de estudos preliminares. "As empresas privadas são o principal inimigo do povo, porque elas têm interesses. Eles não trabalham por nada, mas por dinheiro, e não vão te dizer quando você está agindo errado. Primeiro você tem que fazer sua lição de casa, ir do macro ao micro, conversar com as pessoas, e falar com a sociedade civil." Disse Noujaim.

Noujaim não acredita que o projeto dará certo, e que será aprovado, porque ele não está se baseando no histórico do município, e em na alteração e cancelamento de outros projetos inacabados e questiona qual a utilidade de se fazer coisas bonitas que não sejam úteis às pessoas. "Quem é que vai jogar golfe lá? Que tipo de área é esta? Esta é uma área da classe trabalhadora, aonde as pessoas vêm, para fugir do caos de suas vidas. Elas precisam de espaços verdes, lugares para descanso, e relaxamento. Golfe? Você sabe por acaso, o que é uma área de golfe?".  A ativista acusou ainda, a prefeitura de Beirute, de não estar agindo com profissionalismo, se baseando em megaprojetos, sem os estudos adequados de terceiros, e sugestões da comunidade.

O Vice-Prefeito, no entanto, diz que o projeto é uma mostra preliminar, onde o processo de licitação internacional com os franceses deverá ser transparente, na criação do projeto final que devera ser realizado após a conclusão dos estudos necessários, e enfatizou a disposição da prefeitura de Beirute de envolver a sociedade civil, através de diálogos abertos sobre todo o projeto.

Claudinha Rahme
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário