Dança Comigo ?


Quando um casal dança junto, em sincronia, desliza pela pista, os passos, os gestos,o ritmo...Tudo traduz harmonia e equilíbrio,parceria e companheirismo, as duas pessoas ali, são igualmente importantes e fundamentais, naquele momento. É assim que todos os casais almejam que suas relações amorosas sejam, no dia-a-dia, e para o resto de suas vidas. Mas infelizmente, nem sempre é assim... Às vezes a dança do amor, é difícil de ser dançada!    

 As pessoas buscam incessantemente pelo parceiro ideal, que significa ser alguém muito semelhante a elas mesmas, e acabam encontrando dificuldade, porque esta pessoa não existe fora de nós! Temos que driblar as questões, nada agradáveis, que podem surgir nas relações, como: ciúmes, possessividade, diferença de opiniões, competitividade, mágoas guardadas, carência de afeto e atenção... Uma infinidade de conflitos, que muitas vezes, se pensa em resolver tentando mudar o outro, o que é absolutamente ilusório. Aí vem a frustração.
                                                               
E o que fazer quando estamos perdendo a sincronia dos passos?  
Primeiramente, devemos lembrar sempre de que só temos controle do nosso próprio comportamento, nunca o do outro. A outra pessoa não nos pertence, apenas faz parte da nossa vida. E que a comunicação eficiente é o maior segredo para o sucesso das relações amorosas, o que nem sempre é fácil de conquistar. Cada pessoa tem uma história de vida única, e pensa e age, de acordo com ela. Mas se tentarmos entrar neste mundo individual, conseguiremos compreender um pouco mais e com certeza encontraremos a intenção positiva, com a qual a pessoa amada se move em nossa direção. 

Acrescentando também na relação, o respeito, a flexibilidade, e a tolerância, sempre ampliam possibilidades de soluções, e amenizam as crises. Continue sempre fortalecendo sua autoestima, para ter qualidades para oferecer  à pessoa amada, devemos ser pessoas inteiras, e não metades tentando ser completadas, e somar sempre com o outro.  Nem sempre conseguimos investir em nós mesmos como gostaríamos, e nos aperfeiçoar em certas habilidades, muitos fatores podem nos dificultar, às vezes a relação já está tão desgastada, que até pode se perder a esperança. 

Nestes casos, a ajuda do profissional psicólogo é bastante confortante e útil. O amor é o sentimento mais nobre do ser humano, e vale a pena ser vivenciado em sua plenitude.  O amor é realmente como a dança... Tão poderoso, que se praticado com sabedoria, “pode colorir a sua vida em tons vivos de magenta que nunca imaginou existirem. Mas deve encarar seus desafios, com coragem e seriedade, se quiser colher seus benefícios”.  Vamos continuar dançando?


Giselle Dechen – Terapia Online 
Gazeta de Beirute

Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário