Meu sonho de morar no exterior foi realizado com sucesso!

E o seu? Quando vai começar?
Morar no exterior é um sonho de muita gente. Tomar a decisão, de sair da "asa" dos pais, quebrar uma barreira, e tomar coragem de partir, no entanto, não é para qualquer pessoa. 

Alguns sonham em morar na Itália ou no Líbano por causa das raízes familiares. Outros sonham em morar em Nova Iorque, e viver uma vida como as cenas que assistem no cinema. 

Pessoas que amam praia e natureza querem morar de frente para o mar na Austrália. Mas uma viagem começa mesmo, com o planejamento. Saber para onde ir e como chegar lá. 

Que tipo de documentos (taxas e exames) são necessários para o visto. Qual o tipo de visto precisa para entrar no país. Que coisas não podem ser esquecidas, quando um estrangeiro chega ao país? Se for para estudar, que tipo de curso gostaria de fazer? Se o curso for pago, como poderá ser feita, a matricula para estrangeiros. O importante é saber o passo a passo, e aonde se quer chegar. 

Viver numa cultura diferente implica em várias mudanças, e morar do outro lado do mundo, te ensinará tantas coisas, que é como eu costumo dizer: 
“É como fazer uma nova faculdade, mas aprendendo com a vida”

Você vai conviver com estrangeiros, que falam línguas que você nunca imaginou escutar, e eles vêm de países, que você também nunca imaginou existir, ou não tinha ideia de onde eles ficavam no mapa. Você também vai conhecer muito mais sobre o seu país. 

Quando outros viajantes, ou moradores, começarem a conversar e perguntar coisas sobre o seu país, você perceberá que não sabia muitas questões sobre o seu próprio lugar. E verá ainda, os diferentes sotaques, muitas vezes irreconhecíveis, os costumes e crenças, e a quantidade de atrações que nunca ouviu falar, ou sequer viu, em alguma revista. 

Morar fora é muito mais do que viajar, é se inserir num novo mundo, conhecer temperos, provar comidas, escutar novas musicas, e aprender a se conhecer. O desafio é válido, e se você se preparar para o novo, vai saber lidar muito bem com os imprevistos, que aparecerem pelo caminho. Sim, porque eles vão existir, e muitas vezes. 

Em algum momento você vai ter que renovar o seu visto, vai trabalhar menos, vai pegar uma gripe, e não se sentirá em condições de trabalhar. O seu chefe não vai gostar, e provavelmente você não ira receber pagamento, já que a maioria dos empregos em outros países paga por hora. 

E em algum momento, também terá que partir, ou tomar a difícil decisão, de ficar "para sempre" no país, que você pensava que seria sua casa, por somente algum tempo. Eu moro em Londres ha 12 anos, e muitas vezes, pensei em sair daqui e voltar para o Brasil. 

Acredito que todo mundo que mora no exterior, pensa nisso de vez em quando, afinal lá do outro lado do mundo, é que estão nossas raízes. Eu sou muito feliz em Londres, e indico a experiência de morar fora, para todo mundo. Todos, sem exceção, deveriam passar por esta experiência, que é um grande aprendizado para a vida toda. 

Para quem sonha em morar em Londres, o site www.roominthemoon.com, que é uma comunidade que conecta pessoas ao redor do mundo, e que querem morar no exterior, está com uma competição aberta. 
É só preencher o formulário no site da “Room in the Moon”, e enviar um vídeo de 4 minutos, criado por você, dizendo por que a sua cidade/país, é o melhor lugar para alguém morar. 

Para celebrar o lançamento do novo site, a “Room in the Moon” irá premiar um ganhador com voos de ida e volta para Londres, com acomodação, e um curso de inglês com duração de 4 semanas. Você ainda pode ganhar £500 libras (o equivalente a USD $580) para suas despesas. Acesse o site da “Room in the Moon” e participe da comunidade. 

Quem sabe você não é o próximo a fechar as malas e embarcar para a Europa? 


Rafael dos Santos
Autor do livro: “Moving Abroad, one step at a time”.
www.rafaeldossantos.com
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário