Saad Hariri não quer Hezbollah no governo


O ex-premeiro ministro, Saad Hariri anunciou na sexta-feira (2) que ele rejeita tomar parte em um gabinete, no qual, haja representantes do Hezbollah, destacando que as armas ilegais e as do estado "não podem coexistir."

"Nós não vamos participar de um conselho de ministros, se o Hezbollah tem representantes dentro do gabinete", disse Hariri em um discurso televisionado, durante um juntar, realizado pelo Movimento Futuro, sugerindo também a formação de um gabinete sem a participação de seu partido, se este for o caso.

Hariri rejeitou os apelos pedindo-lhe para voltar para o Líbano e chefiar o novo governo.

"Nós temos um primeiro-ministro indigitado, Tammam Salam, e ele ganhou a nossa confiança e é capaz de liderar um novo gabinete", assegurou. "Quem quer ajudar na formação do gabinete deve cooperar com Salam".

Em seu discurso, Hariri abordou a questão dos armamentos do Hezbollah, acusando facções libanesas de "arrastar o Líbano para diversos conflitos."

"Estamos ansiosos pelo dia em que as relações entre as pessoas deste país serao vinculadas a um estado real, onde as seitas não prevaleçam sobre a sua legitimidade."

Hariri também, reiterou o compromisso do seu Movimento em participar no diálogo nacional.

"O Hezbollah disse que está pronto para tomar parte no diálogo, e nós dizemos ao presidente que nós também estamos prontos."

Quanto ao envolvimento do Hezbollah na crise síria, Hariri disse que o partido age como se o regime do presidente da Síria, Bashar Assad "fosse ficar no poder para sempre."

"O Passo do Hezbollah para participar na guerra da Síria foi mal calculado", acrescentou Hariri.

Assim como o Hezbollah, o Movimento Futuro, de Saad Hariri, foi acusado de participar na guerra da Siria, porem diferente de Hassan Nasrallah, ele jamais assumiu.

Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário